Eu era do tempo em que…

Essa eu tirei do blog Garotas Que Dizem Ni (http://garotasquedizemni.ig.com.br/archives/002285.php#more):

Eu sou do tempo em que…

… orelhão era a única saída para quem quisesse telefonar fora de casa. E de quebra ainda tinha que comprar uma cartela de ficha telefônica na banca de jornal.

… se gravava fitas K7 com os maiores sucessos do rádio para depois tocar na festinha de garagem.

… Milkybar era Lolo e Crunch era Kri.

… se entregava trabalho escolhar em folha de papel almaço. E prova era mimeografada.

… era indicado tomar uma colherada de Biotônico Fontoura antes da comida, para abrir o apetite.

… era normal tirar o esmalte com acetona.

… Monza era carro de grã-fino. E Escort era carro de mauricinho.

… o SBT se chamava TVS. E passava “A Semana do Presidente” todo domingo.

… o caminhão de gás buzinava.

… para comprar refrigerante de litro, era preciso levar a garrafa (de vidro) e esperar em uma fila do lado de fora do supermercado.

… papel de impressora vinha com furinhos nas laterais.

… Real era Cruzeiro (ou Cruzeiro Novo?).

… meninas sonhavam em ser Paquitas.

… as compras de Natal eram feitas no Mappin.

… se trancava diário a chaves, e não botava na Internet para todo mundo ler.

… condicionador era creme rinse.

… o Alexandre Frota era casado com a Claudia Raia.

… só tinha um tipo de panetone.

… tênis Nike vinha com uma bombinha para a gente botar ar dentro.

… o Cid Moreira dava boa noite.

Gostou do Texto?

Cadastre seu email e receba novos
textos por email:

Um comentário em “Eu era do tempo em que…”

  1. Paulo Fiaes
    Paulo Fiaes 02/01/2008 em 8:58 pm

    pow chefinha
    faz tanto tempo assim??
    bjux!

Deixe seu Comentário