CINEMA: O HOMEM DO NORTE

Brutal, intenso e deliciosamente pop. Assim pode ser definido O Homem do Norte, novo longa do aclamado diretor Robert Eggers (A Bruxa, O Farol), que chega aos cinemas esta semana.

Com elenco estrelado, com Alexander Skarsgard, Anya Taylor-Joy, Nicole Kidman, Ethan Hawke, Willem Dafoe e Björk, O Homem Do Norte se passa no ápice da Landnámsöld, no ano de 914dc, e conta a história do príncipe Amleth (Alexander Skarsgård). Prestes a atingir maioridade e ocupar o trono do pai, o rei Horvendill (Ethan Hawke), o garoto vê o patriarca ser brutalmente assassinado e a mãe sequestrada. Ao descobrir que o culpado desses crimes é o próprio tio, Amleth foge, mas jura um dia voltar para se vingar.

Revisitando Shakespeare em Hamlet e a lenda viking de Amelth, O Homem do Norte segue a história de vingança e loucura deste príncipe, que retorna vinte anos depois para colocar em ação seu plano sangrento. Com cenas brutais de violência e uma fotografia impecável, a mega produção entrega tudo o que promete e mais, em uma história tão pop quanto nerd que promete agradar os fãs de blockbusters e entusiastas de histórias vikings com um quê de Game of Thrones.

É o típico filmão que vale a pena o ingresso, que merece ser visto na telona. Além de uma história incrível em uma narrativa de tirar o fôlego, o elenco do longa já empolga por si só, com o destaque de trazer Björk em um papel com pouco tempo de tela, mas um impacto perene por toda a trama. Skarsgard e Kidman também roubam a cena, com interpretações viscerais que devem (ou pelo menos, deveriam) render indicações nas premiações, repetindo a parceria cheia de química vista brevemente em Big Little Lies.

Parece que mais uma vez Eggers acertou em tudo, em mais um lançamento que você pode se sentir muito culto assistindo, ao mesmo tempo em que se diverte horrores.

 

Com direção de Robert Eggers, O Homem do Norte foi co-escrito por Eggers e o novelista Sjorn, e tem produção executiva de Thomas Benski, Yariv Milchan e Michael Schaefer, e fotografia de Jarin Blaschke. A distribuição fica por conta da Universal Pictures, que traz o filme para os cinemas de todo o país a partir desta quinta-feira, 12 de maio.

Escrito por Tati Lopatiuk

Tati Lopatiuk é redatora e escritora em São Paulo. Gosta de romances em seriados, filmes, livros e na vida. Suas séries favoritas são Gossip Girl e Breaking Bad. Pois é.

Seus livros estão na Amazon e seus textos estão no blog.

Deixe uma resposta