Estreia FOX Life: New Amsterdam

Eu jurei que não ia começar uma série médica nova. E quando o anunciaram New Amsterdam lá fora eu mantive o meu juramento, dei a desculpa que devia ser parecido com The Resident. Só que o FOX Life anunciou a estreia e eu não resisti. Pior (Melhor?): adorei.
Inspirada no livro “Doze pacientes: vida e morte no hospital Bellevue”, a série médica já renovada para a segunda temporada pela NBC, chega ao Brasil na quarta, dia 17 de abril às 22h30, no FOX Life – disponível no mesmo dia no App da FOX para assinantes, o episódio piloto ficará disponível para não assinantes por 15 dias.

O livro narra as memórias dos 15 anos em que o médico Eric Manheimer atuou como médico e diretor no hospital público Bellevue, que é a mais antiga instituição médica pública nos Estados Unidos.

No livro e na série a história se passa no fictício New Amterdam, onde o doutor Max Goodwin (Ryan Eggold, de The Blacklist) inicia como novo diretor. O New Amsterdam atende a pacientes de todo tipo, de prisioneiros da Rikers (um dos principais presídios americanos) aos embaixadores em trabalho na ONU.

Vindo de uma atuação nos mais diferentes locais do mundo, sempre focado no atendimento aos mais necessitados, ele está determinado a priorizar isso em uma instituição cheia de vícios e burocraria. Se a tarefa não fosse difícil o bastante, em sua vida pessoal ele tenta recuperar seu casamento (quase perdido por conta da sua dedicação ao trabalho) e descobrirá que está com problemas de saúde.

Além de tudo isso, Max tem uma história antiga com o hospital: foi lá que ele e sua irmã nasceram e que ela morreu, com apenas oito anos de idade. A missão de mudar tudo fica ainda mais pessoal.

Esse é basicamente o resumo do primeiro episódio da série – o FOX Life exibirá os dois primeiros nesta quarta: somos apresentados a Max em seu primeiro dia de trabalho e aos médicos com que ele trabalhará, com destaque para a doutora Helen Sharpe (Freema Agyeman de Doctor Who e Sense8), que hoje pouco medica e é mais o rosto do hospital na mídia, doutor Iggy Frome (Tyler Labine), um psiquiatra de métodos excêntricos que oha com bons olhos a chegada de Max, e o doutor Vijav Kapoor (Anupam Kher), antigo de casa e que já se tornou um dos meus personagens favoritos.

A série tem produção executiva de David Schulner (Desperate Housewives), Peter Horton (Grey’s Anatomy) e Kate Dennis (The Handmaid’s Tale), ou seja, você pode esperar por bastante drama pessoal e uma trilha sonora que vira personagem – e nenhuma das duas coisas atrapalham no primeiro episódio, ainda que eu tenha tido problema com a forma simplista com que uma das dramas acabou sendo tratada (algo plenamente compensado pela trama que envolveu os doutores Iggy e Kapoor, de verdade.

E não, a série não é mais um The Resident e passa longe de Grey’s Anatomy. Ao mesmo tempo tem bastante coisa para conquistar os fãs da séries médicas: dramas de bastidores, casos médicos desafiadores, médicos que nos encantam. Definitivamente merece uma olhada de quem gosta do gênero.

Quem arrisca?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

5 Comentários


  1. Será que esta série será mais uma que a Fox estreia nos canais comuns e depois a partir da 2ª temporada se quiser acompanhar tem que ser assinante da Fox premium?

    Responder

    1. Keila era esse o comentário que eu vim fazer !

      O grupo FOX tem feito essa palhaça com as suas séries, This Is Us é uma que ela fez na maior cara de pau, The Resident e 9-1-1 também entraram para o Premium mas por um milagre chegam ao Foxlife, mas fica a sensação que a próxima temporada só no Premium.

      Responder

      1. A Fox já foi melhor. Sobre This Is Us , ela estreou a 1ª temporada na Fox Life , a 2ª temporada na Fox ( com inéditos de madrugada) , e agora a 3ª temporada direto pra Fox Premium.

        Responder

  2. Ahhhh …. quando soube da série o título me remeteu a outra série de mesmo nome que eu assisti lá pelo ano de 2008, mas era com o Jaime de GOT, era um mixto de Highlander com policial.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *