Rosewood: Boatopsy & Booty (2×04)

Hummmmm, se eu disse que desconfiei do muito solícito rapaz da guarda costeira vocês vão acreditar em mim? Tudo bem, no primeiro momento em que descobriram que o tal especialista na verdade era da família que teria o tal tesouro eu achei que estava enganada, mas quando Villa falou que o rapaz da guarda costeira foi o primeiro a responder e então ele começou a ficar enjoado no barco – como alguém que fica enjoado em barcos vai trabalhar na guarda costeira? – eu fiz “aha”.

A despeito disso eu gostei muito deste episódio com cara de caça ao tesouro, na verdade acho que podiam ter explorado um pouco mais o tema, mas entendo que não é o propósito da série – se fosse o Castle teríamos uma outra história, ainda que Rosie tenha sido bastante envolvido pelo clima.

Na verdade eles até montaram direitinho o rol de suspeitos: o ex-amigo que se sentiu traído, o tal especialista, o dono da empresa cujo submarino tinha uma bateria que durava menos que um celular. Todos eles poderiam ser os assassinos e a grande verdade é que se o tal rapaz não ficasse tão preocupado em cobrir todos os seus rastros ele talvez nem fosse pego, afinal nada o ligava ao caso.

Um daqueles casos em que esses caras ambiciosos demais morrem pela boca como peixes esfomeados.

Quem também deu uma passadinha no episódio foi Sophie e Hornstock ficou bem preocupado em decepcionar a filha, a ponto de tentar mentir. Slade de novo mostrou que tem um lado bem legal ao embarcar na mentira e proteger o ex-capitão. Ao final ele também o aconselhou a falar a verdade e eu também acho que essa foi a melhor política. Até porque Sophie já provou ser uma boa garota.

Mas o final do episódio acabou de forma bastante tensa: Rosie descobriu que Donna fez uma hipoteca da casa para ajudar Gerald, que ela tem certeza ser inocente, a despeito de tudo que o filho dela pensa. Para piorar fizeram questão de nos mostrar Gerald se metendo em confusão na cadeia – uma aposta arriscada, afinal se eles fizerem de tudo para nos mostrar que ele é um cara mal, a gente sabe que ele provavelmente será inocente ao final. A não ser que eles realmente nos surpreendam.

P.S. Pippy retorna ao laboratório para juntar dinheiro para gravar seu disco. Foi bom tê-la de volta (vocês sabem que eu odeio essas coisas de tirarem personagens e voltarem com eles em seguida sem um motivo válido, então quando eles corrigem logo eu fico feliz).

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *