The Blacklist: Gaia (No. 81) (4×04)

Que Red tem razão em dizer que eles estão perto de encontrar Agnes, tem. Se ela estará viva quando eles finalmente chegarem lá é que eu não sei, ainda mais considerando aquela diaba que está sentada no ombro do Kirk, mais preocupada com a falta de pagamento do que com a vida de uma criança, ao que parece.

Meu lado mãe tenta se solidarizar com Liz não querendo perder o pouco contato que estava tendo com Agnes, se é que dá para chamar aquilo de contato, mas eu tenho um lado racional demais, sou cartesiana demais e teria corrido contar ao Red sobre o vídeo. E eu acho que ele teria sido um pouquinho mais esperto que o Tom, este levado pelo desespero total para sair invadindo o local do link daquela maneira.

Ah, mas ela não deixa de ser trouxa: achar que Kirk mantém a menina para ter uma conexão com ela. Isso chama carência de figura paterna.

Questão é que eu estou com medo do que Kirk será capaz, porque ele é o diabo, mas eu não sei se os roteiristas teriam coragem de comprar um destino deste e arcar com as consequências. A perda de um filho muda as pessoas de forma definitiva e eu não imaginaria Liz continuar com seu trabalho com Red depois disto.

E tem o fato de eu achar que, quando o exame de sangue rolar, Agnes não poderá salvar Kirk. Louca para ver a cara dele neste momento.

E vai ser bem na hora em que o Red vai aparecer.

E quem é esse estranho que encontrou Kaplan? Confesso que eu não queria ver essa trama paralela se arrastando não, não consigo ver Kaplan se vingando de Red, alguém consegue?

Ah, e o eco-terrorista da noite? Olha, esse negócio de terrorismo por uma causa não deixa de ser terrorismo, ponto. Então ele já foi tarde e eu realmente acho que sua família está melhor sem ele.

Músicas do Episódio

Mozart: Adiago for Violin and Orchestra, No. 261 – Linos Ensemble

Rock-a-bye Baby (feat. Megan Boone) – The Blacklist Cast

Adagio in E Major, K. 261: I. Adagio – Camerata Leodiensis, Hubert Schoonbroodt e Jerrold Rubenstein

Writing on the Wall – Bob Moses

P.S. O Tom não ia sair da série para ter sua própria série?

P.S. do P.S. Ressler tem tato zero, não é mesmo? Qualquer um via que rolava um climão entre Aram e Navabi e ele sai falando da super bonita namorada do Aram para ela?

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Desde que o Kirk apareceu na série, eu como fã de Banshee, ainda não consegui separá-lo do personagem Proctor, e agora me chega a série o Xerife Brook sendo o médico …. fica difícil não ver o doutor não querendo matar o Kirk pois era assim em Banshee …. heheheheh, é a cabeça de fã de séries !

    Levanta a mão para quem já sabia que ia dar nas águas a atitude do Tom .. o/
    É claro que a Liz deveria ter dito logo ao Red e não depois que foi tudo pro ralo sobre o link.

    Não deixo de pensar que o que a Sra Kaplan está passando é tudo obra do Red.

    Todo tipo de terrorismo em que envolve vidas humanas é repudiável !!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *