Rosewood: Bloodhunt and Beats (1×08)

Gente, que saudades enormes de Psych foram criadas por este episódio de Rosewood? Em alguns momentos fiquei esperando Butters fazer algo com cara de Woody e até dá para dizer que encontrei. Vamos dizer assim que os roteiristas aproveitaram muito bem a participação de Kurt Fuller para fazer humor e isso só fez bem à série.

Ainda que só agora eu tenha me tocado que falta mesmo mais humor nela.

O jeitão um tanto perdido do personagem, inesperado para um detetive com histórico de sucesso, teve a cara do ator e acabou servindo para dar ainda mais ênfase na incapacidade de Rosie e Villa enxergarem o óbvio: eles formam realmente uma ótima dupla. Espero que eles apenas mantenham isso desta forma: ótima dupla, não ótimo casal. E ele foi capaz de ver isso a despeito da Villa, muitas vezes, ser um pé no saco.

Bom, do outro lado, a gente precisa falar do fato de que era óbvio que o moço em fuga não era culpado. Ou esses roteiristas precisam melhorar no mistério ou eu que assisto a seriado policial demais. Eles acabam dando todos os sinais logo de início, ao mesmo tempo em que Villa começa a pegar no pé do Butter. Quando o capitão o defende, então, só restava descobrir o que realmente tinha acontecido naquele pedaço do pântano e aí eles até conseguiram me surpreender: a filha do ladrão?

Por essa eu não esperava.

Do lado pessoal: eu não consigo entender por que jogar a trama da irmã do Rosie ser cantora se voltaríamos ao exato ponto em que já estávamos, mas amei conhecer a mãe de Villa e que as duas estejam caminhando para se entender – Villa precisa desesperadamente que algo dê certo em sua vida pessoal para que ela seja menos chata.

Rosewood: Bloodhunt and Beats 1x08 s01e08

P.S. A participação de Kurt não é à toa: James Roday, o Shawn de Psych, dirigiu o episódio. Ele ainda dirigiu mais dois nesta temporada e dirigirá um na segunda.

P.S. do P.S. Sempre fico incomodada com estas escalações de atrizes jovens para papéis de mães. Sim, Lisa Vidal já tem 51 anos e Jaina Lee Ortiz, a Villa, tem 30, então a relação nem é tão absurda quanto já vimos. Ainda assim acho que a Lisa tem a aparência de alguém mais jovem.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *