Chicago PD: Made a Wrong Turn (4×02)

Dizer para vocês que o calorão de Chicago acabou tomando a tela depois desse episódio e olha que eles ainda deram uma segurada nas histórias pessoais. Acho que a cena do grupo da Inteligência entrando naquele conjunto habitacional é o bastante para exemplificar o que eu quero dizer com isso.

chicago-pd-made-a-wrong-turn-4x02

Se para alguns a tensão toda, e consequente calor, poderia ser por conta das dificuldades de lidar com o desaparecimento de uma garota branca em uma vizinhança negra, para mim a coisa estava tensa porque eu não via explicações para o desaparecimento da pobre menina e, por consequência, não via o pessoal conseguindo salvá-la do que quer que estivesse acontecendo.

Então, claro que eu fiquei com vontade de enfiar objetos pontudos na ferida do namorado dela quando eu descobri que ele não contou a verdade logo de uma vez sobre o que tinha ido fazer poe lá e por isso atrasou a investigação. Olha, quis até que não conseguissem segurar o pai dela na hora em que ele entrou no quarto, até porque eu já estava p da vida dele ter levado a garota até ali, nem aí para o perigo.

Depois de tanta tensão, os roteiristas também não economizaram nada nada no momento do salvamento com Jay tendo que dar um tiro as cegas enquanto Voight observava o criminoso e sua vítima por um buraco em outra parede.

Outro mérito do episódio: se Voight deixa claro que não vai deixar que a política atrapalhe sua investigação, do outro ele é o primeiro a lembrar a todos de sua equipe que a vizinhança não é sua inimiga, que nem todos são contra a polícia. Isso aparece na cena do conjunto habitacional e aparece antes quando Burgess e sua parceira, que a gente já adora, estão na vizinhança.

Momento confissão: Voight e aquela TV sendo segura pelo fio com o traficante na banheira foi um dos meus momentos favoritos na televisão. O momento do cachorro também. Sei lá se é nossa sede de justiça ou porque simplesmente me parece que o que este programa mostra é de verdade.

Ah, sim, já odiamos o comandante Fogel de todo o coração e aguardamos o momento em que ele vai se ferrar com toda a força.

P.S. Que história é essa do Mouse voltando para o exército?

P.S. do P.S. Lindsey e Jay: melhor casal.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta