NCIS New Orleans: Insane in the Membrane (2×06)

Quem me conhece sabe que Brody é a minha escolha de melhor look para a NOLA Red Dress Run – eu e bolinhas -, mas eu devo dar pontos extras para King, LaSalle, Lund e até mesmo Hamilton e seus modelitos.

Para os curiosos: se acessar o link do primeiro parágrafo vai descobrir que a corrida do vestido vermelho é uma tradição bem importante para os moradores de New Orleans. A corrida acontece no segundo sábado de agosto, todos os anos. Na verdade o participante pode caminhar, se correr ou mesmo se arrastar, tem cervejas a vontade, bandas da cidade e muita comida local com o objetivo de ajudar diferentes causas de caridade da cidade – segundo os organizadores é “um clube de bebedores de cerveja com problemas com corrida”. Para os mais corajosos a brincadeira começa já na sexta com a Red Lingerie Run e se estende no domingo com a Hangover Run. Sim, deu vontade de participar.

ncis-new-orleans-insane-in-the-membrane-2x06-s02e06

Pena que a diversão de nossos amigos acabou logo depois de uma garota atirar-se pela janela de uma das casas do centro da cidade porque acreditava estar sendo seguida por um assassino. As cenas inicias me fizeram realmente acreditar que ela estava sendo perseguida, mas eu não conseguia entender porque ninguém a ajudava, então a revelação de que na verdade ela estava alucinando não foi totalmente surpreendente.

E o motivo da alucinação era uma perigosa variação de droga chamada Flakka, que mata quem a usa. O fato das vítimas da droga estarem aparecendo no distrito sob responsabilidade de Hamilton acendeu as suspeitas de sempre, a virada veio do fato de que tudo fazia parte do plano de seu oponente na eleição para prefeito para prejudicá-lo. Pena a câmera não nos mostrar o provável sorriso que ele deve ter dado quando Pride acaba prendendo o cara.

O episódio ganhou pontos adicionais: primeiro por nos contar um pouco do passado de Percy, que nós já podíamos imaginar ter passado por coisas difíceis em sua vida, já que ela carrega um tipo de dureza característico de quem enfrenta fantasmas. Segundo por avançou na trama das tais fotos enviadas para a Brody.

E não foi surpresa saber que a irmã dela não morreu em um simples acidente. Ninguém se daria ao trabalho de mandar aquelas fotos para ela se não fosse assim. Agora a questão é o que ela fará com o que descobriu, ainda mais porque teria de ser uma investigação paralela ao seu trabalho no NCIS.

P.S. A Flakka realmente existe, uma droga sintética muito barata, e é tão perigosa quanto Loretta nos faz acreditar no episódio.

P.S. do P.S. Hamilton teve a oportunidade de mostrar que tem um lado bom, duro é conviver com a certeza de que sempre ficamos esperando que ele mostra seu lado ruim.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *