Bones: The Murder of the Meninist (11×12)

Eu repeti em meus dois textos anteriores que Hodgins seria a pessoa que melhor lidaria com o que aconteceu com ele, mas que eu tinha medo do que os roteiristas iriam fazer com ele depois do acidente. Bem, The Murder of the Meninist foi a amostra de que alguns medos da gente se confirmam.

Ainda que eu ache plausível que ele sinta um pouco de revolta, como ele demonstrou no começo do episódio ao chegar ao restaurante, eu com certeza não imagino uma pessoa como ele sucumbindo à raiva como ele fez ao final dele. Não consigo imaginar Hodgins achando que nada vai melhorar, que na verdade as coisas vão piorar, e afastando Angela para longe.

O Hodgins que insistia em voltar a trabalhar pode ter se abatido ao saber que as coisas não estavam bem em sua recuperação, poderia sim até ter tratado mal Angela em algum momento, mas ele também perceberia que deixar isso dominá-lo seria pior. Em termos de roteiro a coisa também fica arriscada: com  o tanto de ódio que ele mostrou aqui, uma solução rápida soará falsa demais, então eles precisarão realmente desenvolver esta trama e a gente sabe que os roteiristas de Bones não são lá muito bons em desenvolver tramas muito longas…

Falando da investigação da morte do homem que fazia parte do grupo “de defesa dos direitos do homem”: primeiramente (não resisti) acho importante dizer que acho um grupo desses uma aberração, achei isso quando foi mote em The Mysteries Of Laura, piorou aqui que deram mais tempo de tela pro povo defender seu ponto de vista.

Segundo, horrível a forma como a líder do grupo feminista foi retratada! Me pareceu que o roteiro queria meio que equivaler os dois lados e, afff, considerando que este é um seriado protagonizado por uma mulher e que tem tantas outras em posição de destaque, foi muito bola fora.

Mas confesso que achei de boa ironia o fato de que ele tinha sido morto pela ex-mulher, que antes batia nele e que já estava batendo no namorado novo.

Bones The Murder of the Meninist 11x12

P.S. Engraçadinha a conversa sobre Brennan ser pé frio para o time do Booth.

P.S. do P.S. Mas eu gostei mesmo foi do soco bem dado da Brennan no machista, ainda mais porque foi algo muito inesperado. Também tem o fato de que ela fez para o Booth não ter de fazer e isso é bem bonito da parte dela. Assim como ela colocar aquele boné ao contrário e faz comidas com F.

P.S. do P.S. do P.S. Aguardando Booth dar um chacoalhão em Hodgins pela atitude ridícula.

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Cam dando uma de “queen of the lab”. Vivi pra ver esse dia.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Falta muito para o fim da série??????? 🙁 🙁 (eu já terminei essa temporada…..foi mega….super….hiper dificil) e olha q amava Bones :p

    Responder

  2. Estou muito desapontada com essa história do Hodgins, a maneira como ele está lidando não é próprio do personagem.

    Afff … é ridículo essas pessoas apoiarem uma posição tão preconceituosa para com as mulheres, torci tanto para que o criminoso fosse esse cara sem noção mas recaiu na formula mais simples, a ex-mulher querendo se livrar do marido para ter mais dinheiro :/

    Responder

Deixe uma resposta