NCIS New Orleans: I Do (2×04)

Infelizmente esse episódio ficou parecido demais com o anterior que parecia o anterior antes dele e, ainda que eu ame NCIS New Orleans loucamente, isso acabou por tirar parte da graça. Não fossem as cenas de Pride e LaSalle e de LaSalle e o garoto é provável que eu me esquecesse dele muito rapidamente.

A parte parecida de todos eles: um fuzileiro sendo acusado de matar alguém ou de fazer algo errado e a equipe em sua missão para provar que as coisas não são assim. Bom, nem sempre assim, já que aqui um deles acabou sendo responsável não por um, mas por duas mortes.

E a segunda delas, a morte do piloto de drones que apenas tentava descobrir a verdade sobre a morte de uma garota anos antes depois de ouvir uma conversa em zona de guerra, totalmente injustificável. O fuzileiro pode ter tido medo quando matou a garota atropelada e o medo ter guiado a decisão errada de sumir com o corpo, mas quando ele mata o piloto foi uma decisão tomada friamente.

Já LaSalle, em meio a investigação, andava no automático, evitando ao máximo encarar a perda da namorada e aqui Pride até tentou aconselhar o agente, mas acabou sendo o filho do piloto morto que permitiu que ele sentisse algo de novo.

Agora, aqui entre nós, Pride também não parece estar se permitindo o luto de sua separação, não é mesmo?

ncis-new-orleans-i-do-2x04-s02e04

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *