Supernatural: Red Meat (11×17)

Ai, gente, que episódio mala! Em alguns momentos eu tive a sensação de que eu estava saindo do meu corpo, tipo o Dean na sua tentativa de suicídio, porque eu não conseguia manter a atenção no que eu assistia. Não sei se eu esperava mais da nova aparição da ceifeira depois de sua ameaça ou se porque já deu de episódios filler, questão é que não dá para elogiar.

Não sei ao certo se foi a opção pela edição vai-e-volta, se foi o fato de em nenhum momento eu conseguir me conectar ao casal que eles tentavam salvar, se foi o fato de eu não estar nem aí mais para os lobisomens. Talvez tenha sido o conjunto da coisa: você assiste até o final, você fica curioso para saber como Dean e Sam vão sair da encrenca, mas a gente sabe desde o início do episódio que nem Dean ou Sam vão morrer, não agora, longe do fim da temporada e sem ser em uma trama ligada a Amara, então não cria uma tensão de verdade.

Fica, de toda a história, apenas a confirmação de que se um dos dois morrer, a ceifeira não vai deixar que ele escape, então é melhor não morrer.

Supernatural Red Meat 11x17 s11e17

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Só gostei em conhecer mais um apelido para os brothas : Big W e Little W

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *