Legends Of Tomorrow: Marooned (1×07)

Aquele momento em que deixar o vilão chinfrim de lado vale a pena, afinal foi muito mais divertido ver o pessoal enfrentando os piratas do tempo – eu já nem sei se lembrei mais de Star Wars ou Doctor Who num momento como esse -, além de saber mais sobre o passado do Rip, que andava muito avulso nos episódios anteriores.

Outro ponto positivo do episódio, claro, foi o fato de Snart está no centro do ação e ele tem sido o melhor personagem do grupo. Só não sei o que significou o final do episódio porque não consigo imaginá-lo simplesmente se livrando do Rory, alguém consegue?

Legends Of Tomorrow marooned 1x07

Do lado do Rip foi interessante ver o que significa para ele a tentativa de acabar com Savage: não é uma vingança pelo que ele fez com sua esposa e filho, ainda que isso doa demais nele, mas tudo que ele sacrificou para ser um mestre do tempo e fazer diferença e que ele viu destruído por causa do vilão – o lado ruim é que ficamos com a impressão de que a esposa dele é que devia ter continuado o treinamento, não foi não?

O mestre do tempo só teve um péssimo momento com relação ao Rory, ele definitivamente não precisava falar daquele jeito com o cara, mesmo ele sendo um cabeça dura e tendo traído o grupo… Não sei, acho que era possível lidar de outra forma com ele.

Mas o mais positivo mesmo foi ver o grupo todo em ação usando o seu melhor para sair da enrascada em que tinham se metido: Stein e aquela roupa, Ray fora da nave fazendo o conserto… Não, a Passarinha continua sem muita função, mas pelo menos ela aproveitou e deu um beijo no bonitão do Ray mostrando que boba não é.

Quem vai ficar chateado é o Jax…

P.S. E você, acha Ray mais com cara de Kirk ou Pickard?

P.S. do P.S. Teve frase do Han Solo também.

P.S. do P.S. do P.S. Piratas do Tempo vem de Monty Python.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Gosto quando eles citam outras séries e filmes.
    Me cortou o coração, a forma com que o Rip falou com o Rory, não precisava disso. Afinal, ele era bem útil à equipe e apesar do “jeitão bruto” sempre ajudava todo mundo.
    Não quero que a Kendra se envolva com o Ray, porque sei que ele vai se machucar, afinal de contas, em algum momento o gavião irá voltar.

    Responder

Deixe uma resposta