NCIS: Day in Court (13×09)

Um daqueles episódios em que você torce mesmo para que o Gibbs não tenha errado seu palpite porque, ainda que ele não tenha falado que acreditava no marinheiro, a gente sabe que o Gibbs sempre acredita no pessoal da força naval, todos são inocentes até que se prove o contrário. Além disso, só se o cara for muito besta de se colocar sujeito a corte marcial sendo culpado, não é mesmo?

Sabendo então que o moço não seria culpado, a grande questão da noite era quem era o culpado e foi fácil pensar na dupla de policiais que investigou o crime, porque eles poderiam modificar as provas. Só que a coisa acabou acontecendo um andar acima e, pra variar, envolvia política: nada como um promotor resolvendo rápido um caso apresentando o suspeito provável, sem contar que assim ele mesmo se salvava, já que tinha cometido o crime.

Uma pena que parte da vida do acusado jamais seja recuperada: ele voltará a trabalhar e agora seus colegas sabem que ele foi acusado injustamente, só que ele e a mãe de seu filho nunca terão a mesma relação.

NCIS Day in Court 13x09 s13e09

Outra que teve sua vida virada ao avesso foi Bishop. Os últimos episódios já vinham indicando que as coisas entre ela e Jake não estavam bem e a resposta veio na forma mais comum, e besta, do mundo: Jake está tendo um caso com uma colega.

Achei uma pena que a história tenha tomado esse rumo, primeiro porque, quem me lê há tempos já sabe, sinto falta de relações estáveis nas séries policiais – esse negócio de todo mundo acabar infeliz na vida pessoal sempre me deixa desgostosa -, segundo porque Bishop já não é uma personagens com muitos fãs e acabaram por lhe dar uma história clichê.

Eu gosto da loira e acho que ela é um contraponto interessante na equipe, além de ter escapado de ser uma simples cópia de Ziva ou Kate, mas até hoje ela não teve uma história forte para si e eles resolveram focar justamente em sua relação com o marido.

Espero que os roteiristas me surpreendam com um desfecho menos clichê que o começo dessa história…

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Eu acho que ele mentiu a respeito da traição, deve ter algo mais importante sobre a NSA e ele não pode contar, porque se for traição ficou uma história muito chata.

    Responder

Deixe uma resposta