Castle: At Close Range (7×18)

Depois de prenderem Esposito no metrô e quase matar Castle e Beckett, chegou a vez de Ryan ser vítima dos roteiristas e passar por um apuro. Confesso que terminei o episódio bem aliviada por ter sido apenas uma decepção familiar, porque o comecinho do episódio prometia bem mais preocupação.

Castle At Close Range 7x18 s07e18 Ryan

E a grande verdade é que quando vemos um policial fazendo trabalhos paralelos para conseguir dinheiro para a família, bem, a coisa nunca acaba bem.

Ryan estava juntando dinheiro para a pequena Sarah Grace trabalhando em segurança com seu cunhado, o que ele não podia imaginar é o quanto as coisas iam complicar porque o cunhado também estava passando por dificuldades financeiras e simplesmente cruzou a linha entre certo e errado e começou a liberar entradas e credenciais não autorizadas em eventos em troca de dinheiro.

Só que uma dessas credenciais acabou resultando na morte de uma mulher disfarçada de atentado. E tão bem disfarçada que eles prenderam pelo menos duas pessoas antes de chegar a verdade: a assessora do “futuro” presidente latino que queria se livrar da amante dele que não a considerava adequada para continuar na função se ele realmente queria chegar a presidente.

Além do roteiro bem sacado, o que eu mais gostei do episódio é que em nenhum momento eles deixaram de reafirmar quem o Ryan é, nem ao menos quando ele teve que prender o próprio cunhado.

P.S. Castle fã do One Direction: sem palavras.

P.S. do P.S. Beckett chamando a atenção de gente da política não me cheira tão bem assim…

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta