2ª Temporada de Cinelab chega amanhã no Canal Universal

Cinelab_2temp_b

Isso mesmo, tem temporada nova do reality show, produzido pela Boutique Filmes, que acompanha Kapel Furman, Armando Fonseca e Raphael Borghi fazendo curtas de ação e muitos efeitos especiais com baixo orçamento e abusando da criatividade. E ela chega fresquinha nesta quarta, dia 16 de setembro, na faixa das 20h00.

E nesta temporada a equipe ganhou um espaço muito especial para chamar de seu: os antigos Estúdios Vera Cruz, na região do ABC, São Paulo, se tornaram o quartel general da equipe – após o término das gravações da temporada os estúdios entraram em reforma.

Mas as filmagens não se restringiram aos estúdios, os novos episódios passaram por locações externas Vila Operária Maria Zélia, o parque Cidade das Crianças em São Bernardo dos Campos, o “Beco dos Aflitos” no bairro da Liberdade e o cemitério da Vila Alpina.

Para o lançamento o trio esteve presente na cabine de imprensa em que foram exibidos dois episódios, um deles com direito a metralhadoras em um aeroporto clandestino e tudo – cenas gravadas na cidade de Atibaia, interior de São Paulo.

Os apresentadores, a equipe da Boutique Filmes e o Canal Universal falaram sobre o sucesso da primeira temporada e das mudanças para esta segunda: as cenas entre o trio e o “contratante” dos curtas foram deixadas de lado, dando mais tempo de tela para mostrar a produção do curta em si.

Na verdade a escolha de suprimir essas “cabeças” do programa acabou por privilegiar o que funciona melhor na tela: a química entre os três apresentadores, amigos de longa data e cujo currículo inclui prêmios nacionais e internacionais pela direção e produção de longas metragens.

No bate papo com imprensa e blogs, o trio e o diretor Rafael Barione, que comanda a equipe que grava a gravação dos curtas, contaram que não existe um roteiro prévio para os programas, mas uma linha geral a ser seguida tanto para o reality como para os curtas produzidos.

E, apesar dos sustos que uma produção com tempo apertado e orçamento curto podem causar, ninguém nunca se machucou a ponto de parar no hospital, mas muitos roxos rolaram.

Sobre os detalhes da produção, eles contaram que enquanto a diária de produção do curto tem de 8 a 12 horas, a de cada episódios tem 18. Só que tanto uma como outra tem que respeitar as exigências de segurança e saúde para as equipes – ainda que os três tenham vontade de pular um almoço, por exemplo.

A aposta de Canal Universal na produção se provou certeira: além do sucesso de audiência no canal e na internet – que acabou por fazer com que o trio principal seja reconhecido nas ruas -, já estão em trabalho a dublagem em espanhol e inglês para que o programa possa ser exportado.

Além disso, seu sucesso fez com que o Canal Universal abrisse negociação para novas produções nacionais.

A segunda temporada conta com 13 episódios e o primeiro deles ganhou o nome de O Terrorista Sem Noção e a Refém Voadora e tem direito a bomba nuclear e uma mulher petrificada.

Sobre o que veremos por aí, além do aeroporto clandestino e a bomba nuclear, até mesmo zumbis serão vistos, num episódio gravado no Cemitério da Vila Alpina que deu trabalho inesperado para a equipe na hora da gravação – talvez o fato de estar dentro de uma cova não tenha ajudado muito.

Sinceramente: não sei quem se diverte mais, eu ou eles.


Para ver na internet tem os curtas produzidos pelo trio nesse link aqui.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta