Chicago PD: Push the Pain Away (2×22)

Que primeiro dia para a Burgess, não é mesmo? Ainda que o roteiro definisse que o destaque ficaria com Voight e Lindsay, foi bom ver ao final do episódio que ela não desistirá de uma vaga na equipe – ainda que eu tenha ficado por duas vezes grilada com Ruzek e suas atitudes com relação a namorada, primeiro quando ela chega e ele está cheio de conselhos sábios, depois quando baixa a bola dela falando que Atwater logo estará de volta. Poxa, deixa a moça aproveitar sua chance!

Mas, como eu disse, esse não foi o foco do episódio, que trouxe um caso de terrorismo doméstico, uma vingança bastante arquitetada por uma família após a perde de uma menina por conta da ganância do diretor de um grande laboratório.

Gostei muito da parte investigativa, do juntar de peças a partir do momento em que eles perceberam que as vítimas não tinham sido aleatórias, Mouse descobrindo a identidade do atirador e depois dos demais membros da família.

O que não soou tão bem – e uma amiga já havia me alertado para isso – foi a atuação de Voight, que acabou exagerada mesmo para o chutador de portas que ele sempre foi, e o desenrolar da história da Lindsay.

Enquanto ele se meteu em uma situação com reféns de uma forma que eu nunca vi em lugar nenhum – sério, não tinha um cara lá para pelo menos fingir que ele seria impedido de entrar naquele lugar sem armas e sozinho? -, Lindsay coleciona cabeçadas.

Acordou de ressaca na casa da mãe, que para ajudá-la, ao invés de nem ter dado a bebida em primeiro lugar, ainda desliga o alarme do celular para garantir que ela não chegue ao trabalho no horário e parece ter trazido para a vida da moça um cara que é bonitinho, mas tem toda cara de ordinária.

O que eu estranhei muito é que, apesar de Platt ter visto a cara de zumbi de Lindsay e mesmo Voight dando aquela olhadinha dele de quem viu que algo não estava certo, ele em nenhum momento chegou perto dela para perguntar o que está acontecendo, por que ela estava daquele jeito.

Assim como Al, que viu a forma como ela se colocou na frente da arma, praticamente pedindo para ser morta.

Chicago P.D.: Push the Pain Away 2x22 s02e22 Lindsay

Eu nem consigo imaginar o que ela está sentindo, o quanto ela se sente culpada, mas, gente, ela já esteve em lugar pior e sabe o quão difícil foi se levantar pra se deixar levar tão facilmente assim.

Dá até certo medo do que esse final de temporada nos reserva, não é mesmo?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta