Person of Interest: / (3×17)

Um episódio que me fez ter de respirar fundo um punhado de vezes, além de eu ter voltado algumas cenas para ver de novo, como por exemplo aquela em que entendemos o papel de Root no passado de Cyrus – engraçado que somente agora eu parei para pensar que sabemos da infância/adolescência dela e depois, quando ela já tinha se tornado a “louquinha”, como Fusco bem classifica.

Root foi uma assassina de aluguel. Bom, devo dizer que nada na vida dessa moça me surpreende mais, principalmente depois de um episódio como esse.

A Décima agora não somente tem Samaritano como conseguiu o chip necessário para fazê-lo funcionar a plena força, um concorrente forte para a Máquina. E nem a Máquina e “sua equipe”, nem a Vigilância foram capazes de parar esse povo – achei interessante ver Root retroceder e salvar Cyrus ao invés do chip, mas acredito que isso tenha sido mais pelo próprio sentimento de culpa do que ela ter entendido de que todos são relevantes.

A gente precisa dar um desconto apenas para o fato de que a Vigilância ficou mais preocupada em pegar a Shaw do que em fazer o seu trabalho e isso acabou facilitando bem as coisas pro pessoal da Décima.

Bom, Shaw está viva e bem, tacando whisky nos machucados, Root agora tem um implante para garantir que ela e a máquina não ficarão mais separadas, e Harold e Reese com certeza vão ter um trabalhão.

Seja para impedir que Samaritano mate mais pessoas, seja para se manterem vivos.

Person of Interest: / (3x17)

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. tenho que dize que a Root é foda !!!

    agora o mais importante é que a Warner já garantiu exibir a 4ª temporada em seguida …. uhuuuuu \o/

    Responder

  2. terminando essa temporada a outra vem logo em seguinda? É isso mesmo? Se for vai ser muito bom.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *