CSI: The Greater Good (15×13)

Eu confesso que comecei a assistir este episódio e então dormi. Essa trama toda dos gêmeos assassinos me cansou já e nem de longe lembra a tão bem feita trama do assassino das miniaturas.

Deve ser por isso que, ao assistir ao episódio na reprise do final de semana, fiquei realmente admirada. Ainda que colocar a filha do DB em risco tão perto dos apuros que a Morgan passou pudesse parecer mais do mesmo, Maya acabou se saindo muito bem em seu trabalho de isca – se Morgan já não tinha agradado lá, na comparação perdeu mais feio ainda.

Confirmamos a desconfiança de que gêmeo rico manipulou gêmeo pobre e que, na verdade, os dois não batem nada bem. Shaw acabou no meio do rolo primeiro por aceitar dinheiro da onde não devia, depois porque o gêmeo rico acabou matando a garota com quem ele tinha uma filha, sequestrada para virar moeda de troca com Maya, verdadeira paixão do gêmeo pobre.

CSI Las Vegas The Greater Good Greg Nick

Foi impossível não ficar tensa com a monitoração de Maya e Shaw, porque era óbvio que algo ia dar errado e a gente só não sabia o que, e não comemorar quando Shaw tira uma arma escondida e atira no gêmeo rico, devidamente vestido com colete a prova de balas e então temos uma sequência rápida com Maya e Shaw se defendendo a todo modo e em algum momento parece que os dois irmão estão mortos – achei até o último minuto que mesmo o gêmeo pobre se salvaria.

Maya aproveitou para também dar umas porradas, mostrando que saiu ao pai. Já DB teve seu melhor momento ao perceber que era estranho Maya não falar nada na gravação.

Uma pena que não tenham aproveitado para resolver tudo neste episódio mesmo, deixando tudo redondinho. Ainda teremos que ver a cara feia do ricaço pelo menos mais uma vez…

P.S. Hodges lembrando do “mestre” dele na cena do crime: sem preço!

P.S. do P.S. Hodges e Morgan, será que vão retomar a possibilidade de algo entre esses dois?

P.S. do P.S. do P.S. Morgan e insetos? Uai, mas esse posto é oficialmente do Nick, não é não?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta