The Good Wife: The Deep Web (5×20)

Numa temporada perfeita – eu já disse que esta temporada está perfeita? – um episódio nem tão bom é aceitável. Nem tão bom não, um episódio não sensacional.  Claro que a gente fica esperando força total nesta reta final, mas algo me diz que os roteiristas estão trabalhando mais com a ideia de abrir novas frentes, já que agora temos praticamente uma nova série.

Começando pelo Finn. Ouço comentários elogiosos sobre esse moço na próxima temporada e acho que estes dois últimos episódios tiveram mesmo a  finalidade de nos provar que ele tem cacife para entrar no seleto grupo de pessoas que já amamos.

Não fosse isso eu nem ia perdoar o pouco tempo de tela que o Cary, por exemplo, anda ganhando, ainda mais quando ele aparece apenas para nos mostrar que sua relação com Alicia está abalada. De tal modo que foi um refresco ele dando um dia de folga para a amiga.

Finn, aqui, aparece dentro dos domínios da LG atrás de sangue: um mocinho neto de ricaço que, eu sabia, você sabia, era um verdadeiro vilão escondido. Momento muito amor pela Diane, claro, quando ela não aceita continuar defendendo um cara que claramente estava mentindo.

Então, mesmo que essa nossa Diane de agora esteja um tanto temperada pelo espírito do Will, ela continua mantendo a mesma linha moral que sempre teve.

E Canning e Lee? Bem, eu sempre sou fã dos bons vilões, fazer o que. Só que neste caso em especial eu torço pela mocinha.

E, enquanto Finn lida com as novidades do caso que não param de surgir – bitcoins, maconha, assassinatos, emails incriminadores- ele ainda consegue lidar com a meteórica campanha que cai no seu colo depois do apoio do Peter ter sido declarado.

Diga-se: depois de vê-lo tão bem em sua entrevista, independentemente de Eli, me diz que no futuro ele pode ser um adversário e tanto para o Peter. Quer dizer, a gente quer que seja, afinal quem de nós não quer um político honesto conseguindo ir longe na carreira, não é mesmo?

Com o foco do episódio nesses dois restou a Alicia, após a surra dos controles remotos – quem nunca? – tentar entender o que fará da sua vida agora que Will e Peter estão fora de jogo. O primeiro candidato, Daniel, me pareceu bastante interessante, mas algo me diz que os roteiristas ainda vão fazer com que ela passe por um tanto mais de dúvidas ainda de se entregar a uma nova relação.

E ela não poderia estar mais sozinha nessa tentativa de seguir em frente. Fiquei realmente triste quando ela, e nós, constatamos isso.

the good wife s05e20 the deep web

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta