Grey’s Anatomy: Risk (11×08)

Pouco importa qual seu personagem favorito em Grey’s Anatomy. O quanto você sofreu por essa ou aquela morte, se você já quis esganar a Shonda. O que importa de verdade é que agora, nesse instante, você quer dar na cara do Derek. Com força.

Sexta jantei com amigos também viciados em séries e a maioria falou que está temporada não está legal. Eu acho que até está boa, me surpreendia com a capacidade de Shonda de nos fazer superar a perda da Cristina, mas sem sombra de dúvida Derek nunca foi tão insuportável.

Vocês sabem que eu tenho paúra de “vitimismo”, de gente responsabilizando os outros pelo que próprio sofrimento, então a cada vez que ele abre a boca para dizer “eu fiquei por você” ou “eu disse não por você” é claro que eu não gosto. Porque a Meredith realmente não pediu para que ele fizesse isso, porque ele nem ao menos tentou pensar numa solução que deixasse os dois seguirem com seus sonhos. Muito mais fácil é dar uma de mártir.

Pois bem, então vai Derek. Vai lá pra Washington ficar melhor amigo do presidente e me deixa esquecer que estou com raiva de você.

Do  outro lado, ao contrário da maioria, eu não acho que esse seja o fim para o casal, acho apenas que eles precisam lidar com esse obstáculo como com tantos outros e que alguma porrada bem dada fará com que o Derek deixe de dar uma de babaca e encontrar o rumo.

Quem sabe o projeto dele não dá certo, desculpem, mas eu estou torcendo por isso, ou quem sabe é algo que vai mostrar que Meredith é tão importante quanto ele – mostre isso para ele, não para mim, porque eu não preciso – e que mostre que não é a história de Richard e Ellie que está sendo repetida, porque eu realmente acho que os Derek e Meredith são melhores do que os outros dois eram na época.

Grey's Anatomy: Risk 11x08 s11e08 Meredith Derek

Enquanto isso a Amelia e o Owen podem aproveitar a ausência dele. Primeiro para que ela possa mostrar que não deve nada ao irmão como cirurgiã, quem sabe até salvando a mentora da Arizona (sorry, não consigo guardar o nome dela), segundo porque estou sentindo cheiro de novo amor por aqui e simpatizo com a ideia.

Claro que se um drama diminui, Shonda arruma outro, não é mesmo? E o alvo, desta vez, é April e Jackson, que terão de lidar com a perda do filho. Se eu me compadeço dessa dor, acho que vou passar a ficar brava com a April, que deve ligar isso a algum pecado que eles possam ter praticado.

Definitivamente não é fácil ser fã de Grey’s Anatomy.

P.S. Claro que, antes de ser salva, vai rolar todo um stress da mentora da Arizona porque ela pediu segredo e porque, afinal, ela já está no processo de despedida da vida aproveitando do médico bonitinho e idiota.

P.S. do P.S. Achei bem legal o Richard explicando a tal história da lista de prós e contras que ele utiliza antes de tomar uma decisão difícil. Acho legal ver como Meredith e ele são parecidos em algumas coisas, porque ela fez o mesmo na cabeça dela, ainda que os dois tenham chegado a conclusões diferentes, e acho que é realmente a melhor forma dele e Maggie se aproximarem.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

5 Comentários


  1. Isso, Derek, pare de mimimi e vá embora de uma vez por todas! Ufa, que alívio!
    De repente a Shonda faz a April crescer e reagir a essa perda de forma melhor do que estamos esperando… a ver.

    Responder

        1. Querendo saber se você tinha gostado, já que temos gostos semelhantes. Série em que eu amo a protagonista, mas acho confusa demais.

          Responder

          1. Cheguei a pensar em acompanhar por ser série de advogados, mas falta tempo… com esse teu comentário, acho que desisti de vez. 😛

Deixe uma resposta