The Blacklist: The Front (2X05)

Dois textos seguidos repetindo a mesma coisa: gente, depois de Tony e Kate em NCIS, os roteiristas precisam de muito mais para fazer meu coração ficar tocado por uma cena de agentes policias sendo contaminados. Muito mais que colocar a Liz em perigo, por exemplo, já que meu nível de preocupação com ela é somente como o Red ficará depois.

the blacklist the front 2x05 s02e05 aram samar

Eu fiquei bem mais preocupada com a Samar do que com ela, até porque ela não faz parte do ‘time” principal e eles poderiam usá-la para fazer um drama. Ao invés disso eles resolveram dar material para o meu novo casal favorito: Samar e Aram.

Tive amigos falando que este foi o pior episódio da temporada. Eu não diria que é para tanto, mas que o caso da noite estava longe de ser algo realmente desafiante para o FBI, isso estava. Até porque o tal louco-de-pedra nem estava na lista de ninguém no quesito super perigoso.

Para que a história não ficasse solta demais fizeram até aquela cena com Red aparecendo no acampamento para buscar a cura para Liz e, também, uma chave dentro de uma garrafa. Assim eles nos indicariam que não foi à toa que Red falou sobre esse caso para a força tarefa, mas para mim foi apenas uma ponta a ficar solta até eles precisarem dela novamente.

Do outro lado, Red teve cenas excelentes! Ele e o tal rastreador no departamento de trânsito, ele e Aram, ele encontrando sua filha e até mesmo ele e o louco-de-pedra, afinal a coisa pode não ter sentido, mas quem liga quando Red está fazendo um dos seus monólogos.

No final das contas, entre mortos e feridos, até que gostei do episódio, viu?

Trilha Sonora

I Will Be There – Odessa

Go It Alone – Beck

The Seventh Seal – Scott Walker

You Were Born – Cloud Cult

P.S. Red segurando a senha 118 (ou algo assim): amei! As caras dele, nas menores cenas, nas bobeiras. Amo esse homem!

P.S. do P.S. Liz sentindo ciúmes da filha de Red: das coisas mais estranhas que eu já vi nessa série.

P.S. do P.S. do P.S. Tá, vou dar uns pontos para ela pela armação para despistar o cara do Red. Só que, acho eu, ela vai acabar se metendo em encrenca justamente por causa disso.

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Uma trama estilo Tesouro Perdido funciona bem em Castle, que não se leva a sério, mas não em The Blacklist, que tem de ser séria. Mas o último livro do DanBrown também fala de um maluco biólogo querendo acabar com os homens. O livro é muito bom!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Adoro o Red, só assisto por ele, porque essa Liz é chata de pedra. O elenco secundário é mais interessante que ela. Me dá vontade de entrar na trama e falar pro Red procurar outra agente pra chamar de sua. E concordo com você, Kate e Tony continua sendo imbatível.

    Responder

Deixe uma resposta