Doctor Who: Kill The Moon (8×07)

Se os episódios de Doctor Who recebesse nomes como os que eram dados em Friends este seria: aquele em que Clara conseguiu até mesmo tirar o brilho da lua.

Bom, a esta altura da temporada todos já sabem que não morro de amores com a acompanhante da vez e, neste episódio em especial, a cada episódio da nova temporada sou invadida pela certeza de que seu narizinho empinado funcionava bem mais com o jeito moleque de Matt que o jeito mais rabugento de Capaldi.

Foi seu narizinho empinado que começou o episódio exigindo que o Doutor dissesse à Courtney que ela era uma garota especial e encerrou dando piti por conta das atitudes dele. Foi esse seu “jeitinho” que fez com que eles acabassem na Lua com a menina na Tardis, porque quanto mais o Doctor é empurrado para fazer algo que não quer, mais certeza a gente tem de que ele vai se enfiar aonde não deve.

Bom, se avaliarmos toda essa trama da Clara neste episódio, ela meio que confirma minha desconfiança de que algo deve mudar em sua participação nas aventuras com o Doutor, seja porque terão a companhia de Pink, talvez uma forma do Doutor mostrar que ela é importante para ele, ou porque Clara deixará de ser a acompanhante em um futuro próximo. É como se eles estivessem atingindo algum limite em sua relação.

E não somente isso, é como se eles estivessem a cada episódio reforçando traços do Doutor: a forma como ele valoriza todo o tipo de vida, mesmo que nada se saiba sobre ela ou que ela ameace os demais, desde que não seja de forma intencional; a forma como ele encara as decisões humanas, ou no que elas se baseiam, de novo lembrando a versão de Eccleston do Doutor; e a forma como ele faz as coisas SEMPRE do jeito dele, ainda que pareça que ele está abandonando o barco.

Só que a gente sabe que ele nunca abandona. A gente sabe e a Clara já devia saber disso a esta altura – até porque ela já havia acontecido nesta temporada mesmo. Ao invés disso ela ficou assustada, muito assustada, e eu deveria ter ficado compadecida, ter entendido que seu piti final foi causado por causa disso, mas o Doutor estava fazendo o que devia fazer, ou seja, deixando que os ameaçados tomassem a decisão do que fazer.

O que Clara chamou de covardia, eu chamei de prudência. Mais que isso, ainda que ele se sentisse mal, que ele quisesse fazer algo, ele não podia. Ele conhece o peso de tomar uma decisão de uma vida pela outra.

Kill The Moon não foi um episódio sensacional, mas teve sua magia, até porque a Lua está tão ligada a Terra quanto possível, seja por conta das marés, seja por inspirar os amantes. Pensar na Lua como um enorme ovo do qual nasceu uma criatura linda, alada, que deixou para trás sua próxima descendente , é, para mim, bastante poético.

Doctor Who: Kill the Moon 8x07 s08e07

P.S. marido está assistindo a Doctor Who pela primeira vez no Netflix. Apesar de enroladíssima entre séries atrasadas e muitas encomendas, é claro que eu estico o olho nos episódios, algumas vezes os assistindo inteiros como Blink ou o episódio dos gordurinhas. Nesta quarta ele assistiu ao episódio da filha do Doutor e foi interessante rever, porque eu já não lembrava da versão Tennant do Doutor expressando seus problemas com soldados de forma tão contundente como a versão atual.

P.S. do P.S. Se gostei da tal criatura alada, arrepiei com aqueles bichos aranha germes horríveis, afff!

P.S. do P.S. do P.S. Ainda que eu não dê valor ao piti da Clara, devo dar valor as palavras de Danny. Acho que ele é bem mais maduro que a namorada, o que não deixa de ser engraçado já que uma moça que já viajou tanto e já viu tanto ainda se mantenha tão criança.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários


  1. eu não suporto a Clara desde o começo, nunca entendi a valorização da personagem apesar da importância dela na vida do Doctor

    neste episódio o mimimimimi da Clara chegou ao limite !!!

    saia mesmo no final desta temporada e deixa outra companion ficar no seu lugar

    se me perguntasse qual era minha favorita entre Martha e Clara eu respondo rapidamente e sem uma gota de dúvida que é a Martha

    Responder

  2. Pra mim: Amy, Rose, Donna/Martha e Clara a lééééééguas de distância.

    Parece aquele casal que vai e volta, vai e volta, e TODO MUNDO sabe que não vale a pena continuarem juntos, mas eles insistem.

    Acho que talvez estejam (os roteiristas/showrunner) buscando uma saída honrosa pra Clara. Eu só quero que o Doctor dê um pé na bunda dela.

    Mas o episódio foi bacana (é tanta raiva da Clara que o episódio fica em segundo plano pra mim, ô dureza).

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *