Lili A-Ex: A Teacher (1×03)

Olha, eu nunca fui uma pessoa vingativa. Pelo contrário sempre tive aquela tendência de deixar para lá e esquecer. Além disso, nunca convivi com nenhuma atual de nenhum ex meu… Mas seria impossível negar o quanto eu ri e adorei quando a vingança de Lili incluiu alvejante e tintura de cabelo.

Até porque a “Tipa”, que agora virou a “Teacher” fez por merecer: verdadeira santa do pau oco ela pediu por medidas drásticas até de uma pessoa normalzinha, o que dizer de Lili.

Lili que roubou a correspondência do ex-marido fazendo com que ele não pagasse a água e ela acabasse cortada – Hei, Reginaldo, débito automático! – e que pendurou uma samambaia morta no corredor dos apartamentos, cheia de significados.

Não mais normal é o irmão de Reginaldo, Reinaldo – o que esses pais pensam nessas horas? – passou o episódio neurótico com a ideia de que seria gay e acabou rendendo ótimas cenas.

E, claro, as melhores cenas são as mais exageradas, o que confirma Lili como passatempo ótimo para encerrar um dia cansativo.

lili a-ex a teacher vestido alvejado e tinta no cabelo

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. olha eu aqui me intrometendo onde não devo … mas não consegui deixar de comentar, não assisto ao programa mas ao ver o título do episódio eu tive que vir e perguntar : por que senhor de um programa brasileiro ter um título de episódio em inglês ?

    :/

    Responder

    1. Ela é professor de inglês, Cleide! Então usa frases em inglês, coloca apelido em inglês. Vê-la saindo com os cabelos loiros todos manchados e o vestido todo cagado foi delicioso.

      Responder

  2. Cleide, olha eu dando palpites, deveria assistir. É hilário. A atriz é uma graça/caricatura. E as estórias, até aqui, ótimas. A tirinha do jornal já é engraçada.

    Responder

Deixe uma resposta