Psych: Cog Blocked (8×05)

Quantas referências da imagem abaixo você sabe de primeira da onde vem:

Psych: Cog Blocked s08e05 8x5

Eu confesso que perdi duas ou três – e nessa imagem nem couberam todas elas, caso fosse colocar aqui esse seria o texto com mais imagens da história deste bloguinho (e ela nem é tão curta assim já se vão quase dez anos).

E o quinto episódio da temporada foi para Gus. E me levou a duas reflexões: a vida do Gus realmente precisava de uma virada, além dos roteiristas precisarem arrumar uma namorada decente para ele, e, por mais que eu ame o Shawn, acho que pela primeira vez eu pensei que deve ser terrível conviver com ele.

Ainda mais se você for uma pessoa toda certinha que nem eu. O que me leva a terceira reflexão, pensada agora mesma: como é que a Jules aguenta?

Bom, até brincaram com o que seria uma namorada perfeita para o Gus, uma investigadora que tem muito dele, mas que é atirada que nem o melhor amigo dele. Não acho que ela retorne, mas pensando que estamos chegando ao final da série achei que a moça seria uma boa opção para ele – já que mandaram a minha favorita para The Blacklist a Europa.

E eu nem adivinhei quem era o assassino, gente!!! Nessa eu fiquei perdida com o Shawn: apostei fichas no japa que, ao final, estava ajudando o Russ-Gus a desvendar a tal fraude.

Mas a pergunta que realmente fica é: Shawn vai realmente arrumar um emprego?

P.S. Como eles conseguem achar esses sósias dos dois? Eu me divirto só no jogo dos 7 erros.

P.S. do P.S. Ainda tivemos Woody citando Crossing Jordan.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários


  1. Simone, ótimo ver que sua opinião saiu mais cedo que das outras vezes, hahaha… essa cena da imagem pode ser conferida dublada no meu site… só clicar no meu nominho aí que você cairá lá.

    Sobre o assassinado da vez, John Russell, vou quebrar a magia: o rapaz que o interpretou foi o dublê do Dulé Hill. Aí entra aquela história da temporada ser feita pros fãs: no primeiro episódio, o motorista loucão que parece com o Shawn é o dublê de James Roday na série, enquanto neste episódio o dublê do Gus também ganhou um papel.

    E a Emmanuelle realmente surpreendeu como uma ótima personagem. Cá entre nós, eu ODIAVA a Rachel e o Maximus, mas esta personagem aqui têm muito mais a ver com nosso Magic Head.

    P.S.: É tão bom rever Lassie num terno.
    P.S. 2: “Thrift Shop” no comecinho do episódio foi o toque perfeito para mostrar a rotina do Gus.
    P.S. 3: O nome completo de Denzel Washington como apelido pro Gus, vindo da Emmanuelle: EPIC!
    P.S. 4: Essa cena do Gus falando os nomes de todo mundo, sem exageros, entra pro TOP 10 de melhores cenas da série. Dulé é gênio!

    Responder

    1. Poxa, tá faltando Magic Head nesta temporada, não é mesmo? Eu gosto da atriz, talvez isso tenha me feito gostar tanto da Rachel.

      P.S. Lassie sem terno não é tão Lassie quanto deveria!
      P.S. do P.S. Como o Gus sobrevive ao Shawn sendo um cara tão controlado é algo que não existem temporadas suficientes para explicar.
      P.S. do P.S. do P.S. Ela citando A Rede, ela e ele brigando no escritório. Realmenete é um casal e tanto!
      P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Vi três vezes hahahaha.

      Responder

Deixe uma resposta