Scandal: Kiss Kiss Bang Bang e Mama Said Knock You Out (3×14 e 3×15)

Adoro – só que não – quando os canais metem os pés pelas mãos e não sabem direito o que querem e depois de demorar para estrear algo, resolvem inverter tudo e se metem a exibir episódios de dois em dois ou em ritmo de maratona. Tudo isso não seria tão ruim se eles não anunciassem como se estivessem nos dando um presente, não é mesmo?

Scandal: Kiss Kiss Bang Bang e Mama Said Knock You Out (3x14 e 3x15)

E, como eu já falei aqui, existem séries para maratona e existem séries que é melhor ver um de cada vez e não se irritar com os defeitos. Scandal e a insuportável Olivia Papo estão na segunda categoria.

Gostando ou não é isso que temos, e parece que não foi na exibição que a coisa ficou acelerada: a temporada mais curta por conta do barrigão da Olivia – no episódio mama Said Knock You Out eles revolucionaram e colocaram o joelho do Fitz para esconder a barriga – pediu medidas extremas e os roteiristas correram atrás.

E uma forma bem utilizada para correr com tudo é pular partes da história: a gente finge que é liberdade criativa e se for preciso, depois da montagem, a gente enfia um flashback para compensar.

Então teve Mellie e Andrew correndo pro quarto, Jamie morto e Cyrus se recuperando rapidinho do luto, Olivia descobrindo que Jake realmente é o comandante do B613 agora, a gente descobrindo que Mellie e Fitz conseguiram criar os dois adolescentes mais mala dos últimos tempos – e  olha que de adolescente mala a televisão está cheia – e Sally saindo muito bem do período em que estava procurando pelo perdão de Deus.

E vimos como James e Cyrus se conheceram, e como Cyrus tinha medo de se assumir, e pela primeira vez na vida eu gostei do Fitz, porque ele foi capaz de apoiar Cyrus naquela baile da posse simplesmente sorrindo quando Cyrus tira James para dançar. Depois gostei de novo quando ele tira o Cyrus chorando do palanque – ou será que aqui já foi mais política que amizade?

Eu fiquei triste com a partida de James, gostava bastante do personagem entre uma cabeçada e outra, além disso ele funcionava como guia moral para o Cyrus, que é um tanto psicopata – não são todos nesta série?

Sobre Mellie e Andrew: por que? Por que acabar tão rápido? Por que estragar tudo? Mas, mais que tudo, como assim a Mellie não quis transar mais com o Fitz depois que o primeiro filho nasceu? E a segunda filha foi concebida como? E o terceiro? Alguém me explica que eu tô confusa!!

E como faltou frieza à Mellie na hora de revidar! Aquela não era a mulher que sempre soube se colocar!! Por que não jogou na cara daquele metido toda a verdade? Affff!

Ah, sim, e teve o Huck beijando a Quinn. Sim!!! Go Huck, go!!!

P.S. E Jake? Eu já gostei e depois desgostei do personagem. Não gosto, mais que isso, não compro o amor dele por Olivia – desejo eu até entendo, amor? nope – e isso me irrita muito. Jake é um cara que passou por coisas demais, aceitou o cargo de comandante por “fidelidade” a um amigo e acabou em uma cadeira talvez grande demais para ele. Mas, de todos os personagens que preenchem esta série há três temporadas, ele é o primeiro a assumir que para salvar, algumas vezes é preciso matar. Quando se está dando as cartas acho que é isso mesmo.

P.S. do P.S. E aí vem a sensação de que realmente papai Pope está longe de ser um “vilão”, talvez ele estivesse simplesmente há tempo demais naquele papel. De qualquer modo, sua ajuda à Olivia parece mais despeito, não é não?

P.S. do P.S. do P.S. Nesta quarta o Sony vai exibir os três últimos episódios da temporada. Preparem-se para muita coisa acontecendo e por essa blogueira aqui esquecendo de colocar vários detalhes na sua resenha.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. só pude assistir aos 4 primeiros episódios desta temporada

    e o curioso do canal Sony é que exibiram e depois deram uma pausa e reexibiram o começo da temporada para agora fazer essa palhaçada e correr na exibição

    programadores tudo doidos de lata … arghhh

    Responder

  2. Bom,vou fazer como o esquartejador, vou por partes:
    * A Olívia é odiada por 11 entre 10 pessoas, mas mesmo assim, entre erros e acertos, gosto dela, no momento estou gostando menos. O Sony escalou bem a Kerry. Concordo que aquele bico denota arrogância.

    * Inicialmente eu torcia pelo casal Olívia/presidente, mas o romance deles é tipo iôiô, pior que namoro adolescente. Ficou cansativo e chato, é sempre a mesma coisa: beija, transa, um dos dois pisa na bola, discute, termina. E daí começa tudo de novo. Perdeu credibilidade.

    *Quando comecei a assistir a série, ficava ansiosa pela próxima semana, mas nessa temporada, não sei se é impressão minha, mas tá meio mais ou menos, tenho a impressão que eles estão rodando em círculos. Espero que a próxima temporada seja melhor.

    *Não acredito que os personagens sejam psicopatas, mas todos são manipuladores. Eles acham que se o outro comete o pecado por eles, os mesmos ficam isentos de culpa (inclua a srª Olívia nessa história, ela vive manipulando todo mundo para conseguir o que quer). Concordo com você qto. ao Jake, ele foi o único até agora a assumir que para fazer omelete é necessário quebrar alguns ovos.

    Responder

Deixe uma resposta