Bones: The Master In The Slop (9×14)

Um episódio para o Sweets. Tá aí, gostei de nos mostrarem o quanto nosso “probie” cresceu desde sua primeira aparição em Bones, quando eu reclamei que ele não era Gordon Wyatt. Tudo bem, eu tive uns momentos de confusão, afinal há pouco vimos Greg se revelando um mestre do xadrez em CSI, inclusive citando que tinha se afastado do xadrez porque estava ficando obcecado, mas gostei bastante do desenvolvimento e do fato do psicólogo ganhar tão grande espaço na narrativa.

E também fiquei me perguntando se xadrez está na moda…

bones Bones: The Master In The Slop  s09e14 9x14

Sim, podemos falar que esse não foi um grande episódio, nem mesmo memorável, mas a esta altura do campeonato, em que as temporadas da série estão somando cada vez mais episódios “affff” do que “uau”, eu ando esperando menos e ficando satisfeita com menos também. My bad?

Dito isto, e vocês fazendo os descontos necessários,  o caso da noite foi intrigante e o desenvolvimento da investigação bem feito, com doses certas de reviravoltas e descobertas, em grande parte graças ao Sweets mesmo, que soube observar o que não estava em palavras e, mais que isso, soube nos mostrar com olhares o que ele estava vendo. Eu acho legal quando percebemos que o personagem viu algo que não vimos e você fica curioso para descobrir o que era.

Depois, na sala de interrogatório, ele novamente acertou várias vezes, até finalmente reconhecer o tal padrão de “não sacrificar sua rainha”. Vários pontos para o moço, e totalmente desnecessária a parte jogral da coisa com Booth explicando para Brennan, e para a gente, o que Sweets estava fazendo. eu realmente preferiria um tapa nas costas após o interrogatório, uma cerveja no bar, algo em que ele mostrasse para o psicólogo o orgulho que sentiu por seu pupilo.

Se centrar a investigação em Sweets não foi ruim, graças ao fato do personagem ter nos conquistado antes disso – para quem não gosta dele deve ter sido horrível – do outro lado a tal história da Brennan ficar tão insuportável só porque Cam seria homenageada por uma revista me pareceu tão horrível que não me conformo com os minutos gastos com ela.

Tá, da parte das cientistas de biquíni eu até achei engraçado. Engraçadinho.

Falando de engraçadinho: doutor Filmore. Uma piada ou outra até arrancou um sorriso, mas sério que precisamos de um personagem como esse retornando só para fazer graça com as esquisitices da Brennan?

P.S. Após escrever meu texto sobre a série eu costumo ler o texto do Teleséries e do TVDependente, pra ver se sou louca sozinha. No texto sobre este episódio o do TVDependente pegou num ponto crucial que eu vivo repetindo aqui: “Numas semanas Brennan (Emily Deschanel) mostra o quanto tem aprendido com os seus colegas e amigos, noutros parece o mesmo robô da primeira temporada. Se antes conseguiam criar um vilão e um arco de temporada consistente agora parece difícil acompanhar histórias bem mais simples de um episódio para o outro. No fundo, não são problemas grandes que me façam deixar de ver a série mas antes uma sensação de que por esta altura já poderiam estar melhor.” É gente, vamos passar a régua enquanto ainda existe dignidade.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários


  1. Simone, meu problema com o Sweets é por causa da ex- namorada dele. Quando ele entrou na série por mais que alguns momentos se via uma imaturidade dele, o que era normal, o personagem era interessante. Mas depois que ele se envolveu com a Dayse ele começou a me irritar, devido à infantilidade dos dois. Quando eles terminaram eu comemorei muito porque fez muito bem para o Sweets.
    Simone, este comentário que você usou é perfeito para descrever a série. O meu problema com série é que da sexta temporada pra cá eles não consegue fazer um episódio feijão com arroz. Os bons episódios que tivemos nas últimas temporadas eram simples, era o que a série fazia muito bem no começo. Outra coisa que me irrita é a Brennan demonstrar evolução como no episódio da semana passada e nesse ela se comportar como idiota. A Maria do Teleséries já falou em vários textos que parece que os roteiristas querem ensinar uma lição a Brennan, mas vendo por esse ângulo eles estão errando muito este desenvolvimento.

    Responder

  2. eu achei insuportável a Brennan se achar a última bolacha do pacote, ela sendo uma pessoa tão inteligente assim não passa na cabeça dela que existam outras pessoas tão capazes … e mais insuportável é ver seus amigos e colegas de trabalho fazerem de tudo para ela não saber, que infantilidade visheee ..

    Responder

Deixe uma resposta