Haven: When the Bough Breaks (4X12)

Enquanto tem série cuja temporada eu não aguento esperar pelo final, outras tem temporadas tão curtas e boas que é impossível não lamentar um pouquinho – mas só um pouquinho, porque aí a gente pensa que se elas fossem mais longas talvez a magia não fosse a mesma.

E, falar de magia, é bastante aplicável a esta temporada de Haven: confusões nunca vistas, portas que surgem do nada, Willian se revelando um vilão e Audrey “dando” perturbações a quem quiser. É, com tanta coisa acontecendo eu começo a ficar com um tantinho de medo desse final de temporada.

Haven: When the Bough Breaks 4X12 s04e12

Como vinha acontecendo desde o início da temporada, Duke é a peça chave para os próximos passos, seja por conta de sua ligação com Jenny, que descobriu sobre a ligação do livro com Vince e dos dois com a chance de tirar Willian de circulação; seja por conta dos sacrifícios que ele está disposto a fazer pelos moradores da cidade e por sua melhor amiga, Audrey.

Devo dizer que a trama toda de Jenny está excelente: amei essa história do livro dando as coordenadas para livrar a cidade de Willian e as novas descobertas sobre os irmãos jornalistas. Fico pensando nas explicações que ainda teremos, já que é evidente que tudo isso foi criado por alguém que imaginava os problemas que ainda podem surgir.

Fico imaginando se não foi a própria Audrey, em alguma de suas encarnações, que depois de descobrir o mau que tinha causado se arrependeu e, percebendo o que Willian poderia fazer, criou tudo isso para que, mesmo que ela não lembrasse de mais nada, a cidade ficasse segura.

Falando em mau: quão terrível é essa maldição de uma pessoa nunca poder chorar em sua vida? Ainda mais um bebê!!!

P.S. Duke sempre percebe as coisas em Audrey muito melhor que Nathan, acho que o amor pode cegar um tanto, impedir que as pessoas vejam a verdade.

P.S. do P.S. A descoberta da história da legista foi um bônus. Ela já vinha ganhando espaço ao longo da temporada, mas agora eu já torço para que ela se torne personagem regular.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta