Scandal: Defiance (2×07)

Ao que parece eu e Scandal temos algo com o sétimo episódio: na primeira temporada foi este que me fez passar a gostar da série, mesmo odiando a protagonista. Nesta segunda temporada eu apostaria que Defiance também foi o da “virada” no quesito “empolgada para continuar”. Se bobear, chegarei ao final da temporada este o melhor desta.

Scandal: Defiance (2x07)

É claro que, de novo, Olivia Papo foi praticamente figurante e isso ajudou IMENSAMENTE no andamento das coisas:

O promotor e o Jornalista: Dave não poderia ter encontrado melhor aliado. Ainda que resistente por conta da promessa feita ao marido, o instinto investigativo de um jornalista sempre ganha e tivemos as coisas acontecendo rápido. Eu confesso que por um momento eu pensei que ele nem iria descobrir nada quando, paff, na nossa frente a confirmação de que a eleição presidencial foi manipulada. Eu acho que Quase-Kennedy nem imagina o que sua esposinha, assessor e amante aprontaram.

Harrison é o novo chefe: não sei qual foi a justificativa da ausência da Olivia Papo – o caso do senador, talvez? -, questão é que Harrison agora é o novo subchefe, depois de ter resolvido a questão Abby+Dave, e deu conta direitinho da confusão familiar que teve de administrar. Diga-se de passagem eu preferi ele falando com pai e filho do que a Olivia, acho ele menos “falso”, mais pé no chão. Só que eu ainda acho que ele vai acabar se culpando demais pela tristeza da amiga e metendo os pés pelas mãos.

Quinn e a verdade: se saiu mais esperta do que eu imaginava. No começo eu achava que suas perguntas para Huck eram por conta do caso que eles estavam cuidando, mas nananinanão, Quinn já descobriu metade da verdade. Olivia Papo não lhe fez nenhum favor ela apenas lhe meteu na enrascada. Provavelmente ao planejarem a tal explosão eles não sabiam da ameaça que ela tinha feito ao namorado, ela acabou como dano colateral e tia Olivia se sentiu culpada e foi salvá-la.

Quase-Kennedy quase morre: genteeeeeeeeeeee, primeira-dama arrumou alguém para dar fim no marido? Que coisa! Porque todo esse papo de “eu não quero” só pode ser porque ela sabia de algo que nós não sabemos. Eu juro que não esperava por isso, olha que não estamos nem na metade da temporada.

P.S. Gosto mesmo do novo namorado da Olivia Papo.

P.S. do P.S. James está virando segundo personagem favorito, junto com o Dave. Que ninguém os mate, por favor!

P.S. do P.S. do P.S. Eu quase senti pena do Quase-Kennedy quando ele vê fotinhas da Papo com o namorado novo. Quase.

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Stephen Collins no próximo episódio. Adoro!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. Para variar, fui tentar ver o episódio e… DORMI, hahahaha! Vou ver se vejo a reprise, apesar de toscamente dublada… Ou talvez não, ou vou dormir mais cedo hoje!

    Responder

  2. Simone concordo com você, a primeira dama armou direitinho para o Kennedy paraguaio, só faltou ela confessar tudo dentro da limousine. Sinto te informar, mas acho que o James é um sério candidato a ver a luz e ficar por lá mesmo, e acho que o mandante será o próprio marido.

    Responder

Deixe uma resposta