Estréia: América do Norte

America do Norte Episódio 1 Discovery Channel

2.830 dias de filmagem

10 países visitados estendendo-se do Círculo Polar Ártico ao Canal do Panamá

29 estados dos EUA e 8 províncias canadenses

51 membros nas equipes de filmagem

110 espécies de animais filmadas

Missão: suportar -40° Celsius (além do vento frio) para filmar a Aurora Boreal, escavar 350 toneladas de sujeira para criar esconderijos no nível dos olhos a fim de filmar as criaturas nas pradarias. e usar 100 bananas de dinamite para filmar e estudar a progressão de 20 avalanches. Tudo isso para nos entregar uma série que mostre como a natureza se comporta, como a natureza é, no continente da América do Norte.

A nova produção do Discovery foi apresentada à imprensa nesta semana e eu poderia lhe dizer, de forma bem semelhante a que o grupo mesmo defende, de que nada mais humano do o mundo selvagem: você fica roendo unhas quando um personagem querido fica em perigo na sua série favorita? Então imaginem uma centena de pessoas batendo palmas quando um filhote, com muito medo da correnteza forte de uma cachoeira, consegue vencer o desafio e voltar para a companhia de sua mãe, que já olhava desesperada para àquela cena.

Foi isso que aconteceu na apresentação, em que tivemos a oportunidade de assistir ao primeiro episódio, que vai ao ar pelo canal neste domingo, dia 08 de Setembro, a partir das 21h40. A exibição deste domingo, na verdade, apresentará os dois primeiros da série.

Eu sou uma fã confessa dos documentários do canal, mas eles ainda conseguiram me surpreender com o que mostraram: as imagens em HDR feitas com a técnica de time-lapses para registrar o clima e tempestades extremas, pela primeira vez usadas em um programa de televisão, foram perfeitas para mostrar cada detalhe daquelas cenas que nos deixam enebriados com o que a natureza é capaz de fazer.

Junte a esta qualidade a imagem de filhotes das mais diversas raças, algumas até desconhecidas do grande público, e você tem um programa perfeito para toda a família – sim, eu sei, 21h40 do domingo é um horário um tanto complicado para deixar as crianças acordadas, mas eu juro a vocês que valerá a pena. Aproveitem e façam uma sessão pipoca de pijamas com eles.

P.S. Nenhum animal foi ferido, mas quatro caras câmeras foram destruídas ao longo da produção, sem possibilidade de reparo.

P.S. do P.S. Foram precisos 12 câmeras durante mais de seis meses de filmagem interrupta para para conseguir filmar uma onça do deserto.

P.S. do P.S. do P.S. Foi usado um mini submarino para conseguir imagens de ursos embaixo da água.

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Dá uma olhada na galeria de imagens dos bastidores e me diga se não é de cair o queixo. E tem joguinho no facebook.

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Eu ganhei um Bisão de pelúcia do canal! Gente, vocês podem imaginar o quanto eu estou apaixonada por esse bichinho?

américa do norte discovery channel

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta