Falling Skies: Brazil (2×10)

Como fazer uma season finale que não está a altura de tudo que foi a temporada? O pessoal da Falling Skies talvez possa explicar isso para você. Brazil com certeza nos deixou confusos com os rumos e trouxe um gosto amargo para nossa boca, já que as promessas da temporada não foram cumpridas.

Falling Skies: Brazil (2x10)

Que promessas? Em primeiro lugar, os seres humanos tendo uma chance real de inverter suas chances na batalha com a união com os Volms. Mais que isso, ao longo da temporada pudemos saborear pequenas vitórias, pudemos aproveitar o crescimento do grupo original e também de sua união com os rebeldes e Volms, pudemos acreditar em um futuro não tão negro.

Não que a gente não soubesse que não seria simples, até porque temos uma temporada a frente, mas acreditávamos em um outro tipo de luta, algo mais de igual para igual, a luz no final do túnel.

E o que foi Brazil? Voltamos para trás. Mesmo com toda a sua obstinação, conseguindo desenterrar a super arma de um monte de destroços, conseguindo enganar Karen, mesmo com tudo isso, a vitória foi circunstancial e, ainda, eles acabaram nas mãos dos Volms. Que aparentemente não são maus, mas também não são bons e em momento algum queriam libertar os humanos, mas ganhar mais uma batalha com os caras de peixe – ao que me parece eles estão brincando de War Interplanetário.

Por tudo isso a gente torce a cara para o episódio, mesmo ele tendo muito momentos bons e mesmo que a Second Mass tenha resolvido se manter na briga ao invés de serem realocados para o Brasil – como seria o Brasil depois de tudo isso, heim?

Então que Annie está de volta, acompanhada da não tão pequena Alexis que consegue retirar vermes com o toque de seus mãos, e eles vão voltar para a estrada e isso não compensa a frustração.

Voltaremos na próxima temporada? Com certeza, mas que eles precisam avançar sem voltar para trás eu não tenho dúvida alguma.

P.S. Cechise é filho do líder, vejam vocês.

P.S. do P.S. Um fã americano disse em seu texto que o grande problema é que a cada episódio desta temporada nós tínhamos um final de redenção, otimista. E o final da temporada não nos deu isso, apenas os colocou em movimento novamente. Acho que ele está certo.

P.S. do P.S. do P.S. Juro que o que menos entendi, mesmo, é essa coisa toda entre Hal e Maggie. Eles pareciam ter se acertado no episódio passado e então resolveram criar momentos românticos entre ele e Karen e depois entre ele e Lourdes só para colocar tudo a perder.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. alguém me diz onde foi parar o Tector ? desde aquele episódio que o Hal-mal fez de refém o pai dele que o Tector não mais apareceu …

    achei brochante o clímax deste episódio … merecia muito mais

    Responder

Deixe uma resposta