Falling Skies: Be Silent and Come Out (3×06)

Apesar de ter adorado o desdobramento da trama de Mau-Hal em Falling Skies, fiquei pela primeira vez com a impressão de que as coisas aconteceram rápido demais: mal Tom decide esperar 24 horas antes de partir atrás de Anne e Alexis e Mau-Hal já surta e sequestra o pai, em seguida os dois acabam presos naquele prédio e antes do final do episódio a família Mason consegue recuperar o mais velho dos meninos. Foi muita coisa para apenas 40 minutos.

Falling Skies: Be Silent and Come Out (3x06)

Ainda assim, não acho que isso tenha prejudicado o ritmo geral da temporada, mas como Hal e Maggie guardaram esse segredo por tanto tempo eu fiquei esperando também por mais calma quando a verdade vem à tona. O surto de Hal já me pareceu desproporcional ao que rolava por lá: tudo bem, eles não iam atrás naquele momento, mas era evidente que iriam em seguida. Do outro lado, esse surto pode ser resultado da própria impaciência de Karen, que eu ainda acho não estar a altura do cargo que lhe deram, não é mesmo?

Finalmente, sofri um tanto com a renúncia de Tom do cargo de presidente. Primeiro porque ainda piso em ovos com Peralta – ela se redimiu um pouco, dei razão a ela quanto a colocar o atirador de prontidão e ainda tem o fator Weaver -, segundo porque não consigo imaginar outra pessoa no cargo que não seja ele. Entendo seu desejo de ajudar sua família em primeiro lugar e que não será fácil voltar a Charleston com um bebê meio alien sem causar alvoroço, mas ainda, repito, o considero o melhor homem para o cargo.

Ah, e tenho certeza de que ainda não descobrimos o verdadeiro assassino de Manchester, então a cena de Peralta assumindo causou arrepios extras.

P.S. Escaparam de fazer Maggie dizer que estava grávida no momento do salvamento do Hal, não é mesmo?

P.S. do P.S. Ceninha arrepiante do remédio dos rebeldes em Hal, sempre com ele que isso acontece.

P.S. do P.S. do P.S. A gente elogia o Pope num episódio e morre de ódio dele no seguinte. Isso pelo menos não muda de uma temporada para a outra, mas eu não esperava por isso logo depois do que ele passou com Tom.

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Apesar das desconfianças em relação a Peralta, devo admitir que sua avó era muito sabia. Para guardar: a morte nem sempre é o pior de todos os males; e ame e eles terão algo para usar contra você.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Simone eu não tiro a razão do Pope não … afinal tudo que ele falou tem sentido, se fosse outro qualquer ou teria sido morto ou estaria trancafiado numa prisão … então tudo que o Pope disse e como ele agiu teve sentido pois ele é o Pope e alguém precisava falar o que ele falou mesmo nos deixando de cheia de raiva

    concordo que o assassino real de Manchester ainda não foi descoberto e isso será um mistério para essa temporada

    só não entendi o pq da Maggie não ter acompanhado a família Mason …

    Responder

    1. Eu não tiro razão do que ele falou, mas não entendo ele sair fazendo apostas com o destino de Tom e Hal, sabe? Magoei!

      Então, eu preferiria que ela tivesse ido, do outro lado isso seria um sinal de que eles voltam? Weaver a gente entende melhor porque ele é mais necessário em Charsleston, né?

      Responder

Deixe uma resposta