Hannibal: Relevés (1×12)

Acabei o episódio aflita. Passei pelo episódio aflita. Sofredora mesmo. Por mais que eu imaginasse que, na hora H, Hannibal deixaria qualquer vislumbre de amizade por Will para se safar, por mais que eu soubesse que ele apenas manipulava o “amigo”, por mais que eu soubesse que ele queria que Will se tornasse um assassino, nada disso me preparou para ver Will levando a culpa por tudo.

hannibal releve 1x12

I was curious with what would happen. – Hannibal Lecter

Nada me preparou para a simplicidade de Hannibal confirmando para Abigail seu maior medo de ser a próxima vítima do assassino em série. Nada me preparou para a facilidade com que Jack acreditou que Will pudesse ser um assassino.

E pensar que Relevés é apenas o preparatório para o que virá. É apenas o aperitivo para a revelação de quem Hannibal é e do que ele é capaz.

Foi preciso a morte de Georgia para que Will ao mesmo tempo se quebrasse e se encontrasse, para que todas as verdades pudessem ser vistas naquela lógica torta e assustadora com que sua mente trabalha. Eu adorei quando ele compara a pescaria e a caça, quando ele entende quem Abigail realmente é, qual era sua função – enquanto Jack precisa de mais dois para fazer o mesmo. Ainda que tudo tenha ficado confuso com os sucessivos cortes de cena e o aparecimentos repentino dele naquele avião. Algo me diz que a morte de Abigail também irá recair sob sua culpa. Ainda que ele não tenha entendido o papel de Lecter nisso tudo.

É fácil imaginar o que acontecerá em seguida, o difícil imaginar é como eles farão e o quanto eles nos farão sofrer ao longo do caminho.

Já com saudades e ansiosa pela próxima temporada!

P.S. Muito aflita com a cena da morte de Georgia!

P.S. do P.S. Louca para ver Lounds virar bolo de carne – não, ela não merece virar um prato muito chique não.

P.S. do P.S. do P.S. Engraçado pensar que a doutora Marier tem medo e ao mesmo tempo é fascinada por seu perigoso paciente.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários

Deixe uma resposta