Revenge: Destiny (2×01)

Epa, eu já estava encerrando os posts da semana ignorando completamente o retorno de Revenge. Será que o amor não é mais o mesmo ou é culpa das propagandas ruins da Sony comparando-a com Avenida Brasilque me desanimaram?

Talvez seja um pouco dos dois. Eu gostei muita da primeira temporada, não vou negar, mas fico pensando se o tema realmente se sustenta por tanto tempo: encerramos a temporada com Emily quase assumindo quem realmente é pra Jack, um processo contra Grayson se formando e  aí a gente explode um navio, traz a mala da Amanda de volta e recomeça? Ao invés de irmos em frente, voltamos ao ponto anterior. Pior, vocês sabem da minha birra com isso: revelam que a mãe dela está viva? Hummm, não me convenceram.

Ah, também requentaram a abertura de impacto com uma morte acontecendo sem que a gente saiba quem foi e o que provavelmente só descobriremos lá pela segunda metade da temporada. Dica do dia: não é porque deu certo da primeira vez que vale repetir todo ano, ok?

Claro que o episódio de retorno é elogiável em algumas tramas, como ao nos mostrar que Victoria está viva – ah, vai, todo mundo sabia! – e apenas escondida enquanto a promotoria trabalha nas provas. Já a “prisão” de Charlotte me incomodou MUITO. Tudo bem que o pai dela não tem o escrúpulo algum e amor passou longe de seu coração;

Talvez todo esse meu ressentimento seja simplesmente saudades de um bom barraco ou uma vingança bem absurda rolando. Torço pra termos novidades logo.

P.S. Quer dizer que o cabeça branca não contou para Victoria sobre seu encontro com Emily?

P.S. do P.S. Nossa, louca pra ver a vida daquele médico mentiroso acabada, não é mesmo?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. Te digo de antemão, Simone, eles amarram o burro de volta e mantém um certo suspense. e nem a fake Amanda retornando me irrita tanto quanto na primeira temporada.

    Responder

  2. Caríssima Simone, eu assisti ao primeiro episódio da segunda temporada da nossa querida Revenge pela Rede Globo e… É impressão minha ou o episódio foi todo adulterado? Sim, várias cenas foram cortadas e emendadas na parte “No episódio anterior de Revenge…” e ficou parecendo um rock do americano doido! O primeiro episódio ficou com aquele jeito de coisa mal amontada. Também, a Globo já perdeu o respeito pelas séries de TV e pelo público há séculos!

    Mas, não tem nada não: eu vou comprar o box da 2ª temporada (eu sou colecionadora e um dinossauro, quando se trata de internet) e assistir em grande estilo e sem a interferência da “Plim-Plim-Plim.

    Claro que Victoria não pode morrer de jeito nenhum! Nem ela, nem Nolan e muito menos Emily! Pelo menos, caso não seja o último episódio da última temporada de Revenge. Lembra-se da asneira que o criador de The O.C. fez? Afinal de contas, por que Marissa Cooper morreu? A atriz estava dando problemas para a produção?

    Pois, é. Valeu a pena ver Nolan de cuecas, na cozinha de Emily; valeu a pena ver Nolan quase ser sufocado por Emily; valeu a pena ver Nolan ter o primeiro contato coma a sem sal da Padma; valeu a pena ver MEU Nolan fazer qualquer coisa e pronto! Coisa de fã desmiolada… Valeu, também, ver a robótica e botocada Victoria retornar do “mundo daqueles que quase foram”; a falsa Amanda, enfim, tudinho, tudinho…

    Eu vou continuar vigiando…

    Beijos, Gaby.

    Responder

Deixe uma resposta