Revenge: Reckoning (01×22)

Então, confesso: eu estava esperando algo como minha cabeça explodindo nesta season finale de Revenge e não foi isso que eu ganhei. Colocando desta forma acho que vocês são capazes de entender porque, apesar de gostar de muita coisa que aconteceu no episódio, eu acabei não adorando tanto assim a forma como encerraram essa surpreendente temporada (PS abaixo).

Então, como eu costumo fazer, a gente tira da frente o que não gostou para depois partir pros elogios.

1. COMOASSIM a mãe dela está viva? Que história é essa?? Tipo, ela vai ser mais vilã que os vilãs que tivemos até agora? Ou ela era perseguida por esse povo rico e mau e por isso fingiu que já tinha ido dessa pra melhor? O pai da Emily sabia da armação e escondeu isso da filha nos seus diários? Ou ele também foi super enganado?

2. COMOASSIM a mala da Amanda tá grávida?? Sério! Eu não suporto a personagem que, por mim, tinha morrido no mesmo episódio em que apareceu. Aí, bem na hora em que a Emily ia assumir seu amor, contar a verdade pro Jack e coisa e tal, bummm, bem na nossa cara. Odiei! Mais que odiei a mãe ressurgida.

3. Que Victoria esteja viva, heim seus roteiristas?!? Porque se não, esse é o ponto três do meu ódio.

Pronto, com a raiva colocada pra fora podemos apreciar os vários pontos bons, como a tensão de ver Nolan – personagem que a gente ama – ali preso e nós sem saber dos planos de Emily para salvá-lo, até que tudo dá certo graças aquela lâmina pequenininha presa na roupa dela.

Os momentos lá no porão do homem de cabelos brancos valeram ouro, inclusive a briga meio Matrix dos dois, com Emily o largando no chão. Só que, aqui entre nós, ele não é o tipo de cara que você larga vivo depois de ter enchido de porrada e contado a verdade sobre quem você é. Eu nem entendi porque ele não contou pro titio Grayson quem a moça é de verdade, não é não?

Momento dois no nosso coração: Emily terminando com o Bundão Daniel. Gente, amei. Se eu fosse ela eu aproveitava pra pisar bem no orgulho dele no momento, uma pena ela não ter aproveitado. Certeza de que agora ela vai acabar na cama com a insossa da Ashley.

E no meio de tudo isso não tem como não pensar na tal justiça-divina que dizem existir por aí: Emily desistiu de tudo por uma vingança e não mediu consequências para ninguém. Aí, quando ela lembra de seu pai e resolve perdoar e esquecer, cabum, uma pedra é atirada em sua cara com a tal Amanda grávida.

Como assumir para Jack tudo isso agora? Heim?? E se o tio de cabelos brancos contar tudo? Bom, de uma coisa a gente tem certeza: Revenge tem bastante assunto para a próxima temporada.

P.S. Surpreendente porque, né, apesar de tremenda novela-mexicana, a gente não conseguia largar.

P.S. do P.S. Vamos as contas: mãe de Nick volta dos mortos em Grimm; mãe da Emily/Amanda volta dos mortos em Revenge; a mãe do Steve está viva em Hawaii Five-O; já são 3 as mães renascidas das cinzas até o momento. Agora só falta da esposa do Tom em Falling Skies  e a da Beckett em Castle. Please, gente, a ideia está batida, se toquem.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

6 Comentários


  1. Como assim a Amanda aparece com aquele barrigão e o Jack ainda acha que é dele? !!!

    Responder

  2. Pois pra mim a Claire tá mais do que viva em CSI:NY. Por que nunca acharam o corpo dela, né? Nadinha. E na hora do desabamento ela estava fora do prédio.

    Responder

      1. Porque você falou da mulher do Tom. A Claire sumiu sem deixar traços, né? Então. Eu ainda acho que ela vai aparecer do nada quando não tiver mais assunto – quer apostar?

        Responder

Deixe uma resposta