Psych: Shawn 2.0 (05×08)

Eu sempre disse que uma das maiores qualidades de Psych é usar as referências pop de forma inteligente. Shawn  2.0 não tem exatamente uma referência pop, mas um astro pop também pode ser inserido nessa regra: quem de nós (da faixa etária que estou ou mais velhos, eu era criança, mas não escapei) não foi torturado por Woman In ChainsSowing the Seeds of Love tocando repetidamente na rádio e o clip insistentemente na parada da MTV (quando a MTV era realmente uma TV de música)?

Se você foi torturado então logo que a música de abertura do episódio começou você pegou a referência e ficou esperando pela dupla de Tears For Fears aparecer. Não foram os dois, mas Curt Smith foi o bastante para garantir a cara de babão de Shawn. Achei uma pena ele aparecer tão pouco, você não?

A outra participação especial já foi bem maior e deve se repetir: Nestor Carbonell aparece como Declan, um Shawn que se passa por especialista em perfis criminosos, mas é apenas um rapaz rico de saco cheio de sua vida sem emoção. No final das contas, em vários momentos eu lembrei do pilot de Psych, quando a gente ainda não tinha certeza se Shawn era um grande enganador ou não.

Por conta da semelhança, não foi a investigação que acabou nos ganhando, mas sim a competição de Shawn e Declan, que passa pela resposta rápida sobre qualquer filme e acaba no coração de Juliet. Não bastasse as complicações já existentes para os dois, agora temos Declan para complicar mais ainda as coisas.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários


  1. Oi, Si;

    Muito off topic. Estava eu novamente vendo E!News (uia) e soube que Ted Dawson será o novo supervisor de CSI na nova temporada que estréia em outubro.
    Eu, particularmente, só tenho um comentário a fazer:
    Volta, GG. Pelamordedeus, volta.

    Responder

    1. Então, é verdade sim. Eu não sei o que pensar. Ted Danson esteve muito bem em Damages, mas era uma ponta. Assim como em Bored To Death que o povo tanto elogia.

      Acho só que como protagonista ele talvez não tenha força para segurar.

      Responder

  2. AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI
    já disse que AMEI este episódio

    também adorei a surpresa do Curt Smith em Psych e mais ainda amei o tema de abertura cantada pelo Tears for Fears além da cara de baba-ovo do Shawn quando viu o Curt, não me esqueço do Shawn e Gus cantando Shout, o Shawn imitando o Roland e o Gus imitando o Michael Jackson em um episódio
    maravilhoso !!!

    que maravilha de episódio, eu já adoro o tema de abertura e ela na versão de Tears For Fears é uma razão pra adorar a mais, além das participações da Rosie Larsen da série The Killing e do Carbonell com o comentário do Shawn sobre seus olhos ainda tivemos a esposa do Hotchner que sempre que aparece em séries é a criminosa (vide NCIS) ainda teve … tchann tchann tchannnn … o Curti Smith do Tears for Fears, amazing \o/

    é claro que nem tudo é perfeito pois o romance entre Juliet e o Declan não era coisa que eu queria que acontecesse e pelo que vi o Declan continua no rpróximo episódio
    vamos aguardar e eu vou ficar na torcida de Shawn \o/

    Responder

Deixe uma resposta