Criminal Minds: Sense Memory (06×14)

Caçar não é um esporte. Em um esporte, ambos os lados devem saber que eles estão em jogo. – Paul Rodriguez

Não sei vocês, mas eu não consegui sentir o tanto de tensão que a situação de Prentiss parece ter colocado a personagem. Toda a questão do medo de seu apartamento ter sido invadido, o tal vaso fora do lugar, as lembranças do passado, que parecem indicar que Prentiss foi casada com o homem que escapou da prisão e que agora pode querer matá-la. Eu acho que ficou faltando um tanto mais de explicação para que eu realmente ficasse preocupada.

Talvez tenha sido o pouco tempo dedicado a questão. Por outro lado, a escolha deste episódio para intriduzir esta trama não deixou de ser interessante: de um lado o taxista que mata mulheres cujo cheiro lhe remete ao passado; do outro cenas de Prentiss em seu passado que remetem diretamente a aromas, com ela mexendo em um jardim e depoos com as flores sendo entregues em sua casa.

Eu particularmente gostei bastante da trama do criminoso – e teve Reid sendo tremendamente Reid e respondendo a perguntas retóricas – bem como da forma como a equipe atuou. Justo contraponto à violência e caos do episódio passado, aqui temos a violência silenciosa e cuidadosamente planejada. Como eu já disse antes: são desses loucos que tenho medo.

Destaque para Sergio, simpático gato de Prentiss – mas o destaque só vale para viciados em gatos como eu.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

9 Comentários


  1. Também achei o lindíssimo Sergio o destaque do episódio! Também amo gatos!

    Responder

  2. Simone…a questão do caso da Prentiss é exatamente essa…como eh uma trama que vai ser pro fim da temporada ela precisa se desenrolar aos poucos, deixando pequenas pistas ate ter as principais revelações.

    Com relação ao caso especifico, confesso que demorei a entender o que ele fazia e o pq disso, mas eu gostei do caso…o taxista tinha cara de louco msm…kkkkk

    E o Reid…ai o Reid…adoro qnd dão pra ele no episodio o valor que ele merece…

    Responder

    1. Adoro quando o reid aparece muito, esses são os meus preferidos.

      Então, eu nem ligo de saber pouco, mas eu não consegui ficar tensa junto com ela, sabe? Isso que eu não gostei.

      Responder

  3. Ah gente! Não faz isso comigo…. perdi o episodio na semana passada e nao pude assistir a reprise de domingo….. e perdi o SErgio!!!! Adoooooooro gatos…. amo de paixão…. e perdi essa…..

    Responder

Deixe uma resposta