The Event: Inostranka (01×12)

Os braços cruzados demonstram que nenhum dos dois está disposto a ceder na discussão, não é mesmo? Mas basta ameaçar sair contando tudo na televisão que a gente consegue o que quer. O problema é aquele: muito cuidado com o que você pede porque você pode conseguir.

Saindo da dupla de políticos em disputa, esse episódio podia, na boa, ter uns 25 minutos a menos. Porque ele foi chato para danar e eu estava esperando algo super emocionante, afinal Thomas invadiu Inostranka!

E aí que a mala-mor da Leila descobriu que é meio extra-terrestre e está fazendo o maior drama. E o mala Sean resolveu largá-la para que ela não tenha que escolher entre seguir com o pai ou ficar com ele. Chatos, chatos chatos. E agora, separados, devem ocupar ainda mais tempo do seriado para que possamos ver que o amor vence no final e afasta o temporal.

Eu, no final, só fico agradecida porque Sterling não morreu e ele é a melhor coisa desse seriado, seguido por Sophia, e pelo fato de que agora o presidente bobão vai ter de admitir que a Sophia é nossa amiga e deve unir forças para combater Thomas e impedir a tal invasão que acabará com o mundo como nós conhecemos.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. sensacional a review!!! parece que você leu os meus pensamentos quando vi o episódio! nossa, como aquele casal é chaaaaaaato! é o pior do seriado! e adoro o Sterling, também!

    Responder

  2. Episódio fraco, realmente.

    Adoro o Sterling

    Casal Picolé de Chuchu… AAAuuuuuuuu que chatonildosss – Pelo que entendi, ela é meio ET, filha do Piloto e ele é ET completo e filho da Sophia, é isso?

    Responder

Deixe uma resposta