Blud Bloods: After Hours (01×10)

Eu comecei a assistir Blue Bloods por causa de Frank (Tom Selleck), mas, cada vez mais, eu volto por causa de Danny (Doonie Wahlberg), mesmo quando ele faz a mais clichê cena de um policial encrencado com a esposa em um seriado policial – por que eles sempre dão ouvidos as moças de má índole na hora de comprar um presente para a esposa? Só perdôo por conta do “ela tem a mim” que ele soltou bem na fuça da moça.

After Hours foi mais um excelente episódio em que a resposta é muito diferente da que esperamos, ou alguém realmente imaginava que  pobre enfermeira poderia ter sido a assassina? Eu não apesar de ter ficado muito maus plausível quando descobrimos que o tiro não era destinado ao seu namorado.

Em paralelo, vemos Frank tendo de escolher um novo assessor e esbarrando em um candidato que é uma amigo de uma vida toda e que salvou sua vida, mas que anda alterando os relatórios policiais para enganar sobre o desempenho de sua área. Eu gostei particularmente de duas coisas: de seu instinto tê-lo ajudado a fazer a escolha certa e da forma como ele coloca as coisas para o cara ao final, ainda lhe dando uma última chance de sair de forma digna dessa história.

E Jamie? Bem, ele não está ajudando o FBI, mas continua em sua própria investigação, ainda que com mais perguntas que respostas.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários


  1. Amei o 1×10… Que angústia Frank ter que fazer a escolha, confesso que se fosse comigo, eu escolheria o antigo amigo… Credo, como sou cheia de defeitos!!

    Na boa, eu torcia para “menina má” de Danny, pois acho a atriz loirinha feia para ele (e daí, né?). Gostei do tapinha que ela deu no bumbum dele na última cena. E ôh marido desligado… que blusinha fora de propósito que ele deu a ela.

    Acho que poderiam sumir com o avô… para mim ele tá sobrando e deveriam investir em um namoro entre Frank e sua secretária… como ela é lindinha, né? !!!

    Responder

    1. Ahhh, eu gosto do velhinha vai!! 🙂

      Agora, a assistente do Frank é bem melhor que aquela jornalista com cara de quem tá de mal com a vida

      Responder

  2. Eu adoro a assistente do Frank! Pra mim, não existe personagem sobrando na série. Claro que alguns têm mais destaque que outros, mas cada um ali cumpre seu papel. Até os netos, que aparecem exatamente quando necessário!

    Vi umas notícias de que a série estaria ameaçada por causa da saída dos produtores, uma pena se algo ocorrer…

    Responder

Deixe uma resposta