Fringe: 6B (03×14)

Momento mulherzinha: Olívia e Peter finalmente ficaram juntos, la-la-la-la-la!!! Você não podem imaginar o quanto eu fiquei feliz. Na verdade, acho que eu nunca torci tanto por um casal em uma série procedural antes. Não torci por Grissom e Sara, nem Grissom com ninguém, não torci por Adam e Stella, não torci por Mulder e Scully. Só não digo que não torci por Brennan e Both (Helloooooo FOX: cadê Bones?) porque seria mentira, mas, mesmo assim, eu tenho certeza de que torci menos.

Eu realmente fiquei feliz pelos dois juntos e isso só fez com que eu ficasse ainda mais satisfeita com um episódio que foi perfeito. Mas vou mudar de assunto senão essa review não vai sair não e vou ficar aqui só repetindo o quanto eu gostei do que aconteceu, da forma que aconteceu e tudo o mais. Toma FalsOlivia!

Falando de todo o resto: primeiro eu tenho que falar do quanto eu realmente gostei da trama, em que descobrimos que um prédio assombrado na verdade funcionava como um portal que permitia a dois viúvos verem seus outros pares. Talvez eu, contagiada pelo clima, tenha adorado mais que devia, mas vai falar que não foi romântico o fato dos sentimentos de duas pessoas serem capazes de mudar a física? (Suspiros)

E novamente eu me surpreendo com Walter, ou melhor, com o que os roteiristas tem desconstruído em relação a Walter e seu alternativo: no episódio passado nos surpreendemos ao ver que o secretário pode não ser tão má pessoa; do lado de cá vemos o nosso Walter concluindo que talvez tenha que fazer o mesmo que o outro para garantir que nosso mundo continue em segurança.

Toque final: a equipe Fringe do outro lado procurando pela tal falha e não encontrando nada. Não falei que tinha sido perfeito?

O Observador: logo no comecinho ele cruza com o casal indo para a festa no prédio assombrado. Na verdade fiquei até meio na dúvida se era ele, já que foi tão fácil de ver.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. ok !!! foi lindo Olívia & Peter lalalalalala

    mas já torci muito por Mulder e Scully, pois são eterno como casal, alias naquele tempo nem sabia que existia essa coisa de shipper, só vim a descobrir a uns 3 anos (se esconde de vergonha)

    a única coisa a dizer deste episódio é Perfeito e torcer para que Peter não pise na banana

    e olha sou muito fail em conseguir ver o observador :/

    valeu pelo review Si

    Responder

  2. Tem um outro casal que torço tbém(Além de Brennan e Both é claro) – Beckett & Castle, amo os dois é uma quimica excelente.

    Si vou te dizer duas coisas….tudo que é bom dura pouco, e que vc irá se enganar com Walternativo…….disse uns bons palavrões assistindo o episodio 3×18, mas deixo para comentar com vc depois……

    Responder

Deixe uma resposta