Supernatural: Unforgiven (06×13)

Se era absolutamente óbvio que Sam não demoraria a lembrar de seu passado, os roteiristas não perderam tempo algum e já o colocaram lembrando agora. Particularmente eu achei cedo demais, já que isso cria a tal expectativa pelo: e o que acontecerá agora? Será que o muro vai cair? Porque não dá para colocar ele lembrando do inferno e depois episódios sem ter mais nenhum flash, nenhuma lembrança. O erro seria menor se ele só tivesse flashs de sua vida na terra, por enquanto.

Além disso, Unforgiven peca ao ser um episódio sem ligação com o anterior.

Lembram que eu comentei que o episódio passado tinha sido confuso? Pois bem, o mínimo que eu esperava, dada a importância que o assunto “Mãe de todos” ganhou em meio a confusão, era um pouco de continuidade – mesmo ciente de que esse tem sido o ponto mais fraco desta temporada.

Para completar Unforgiven foi um episódio bastante fraco – valeu pela menção de uma possível possessão demoníaco de Mel Gibson – mais interessante nos flashs do que nos acontecimentos atuais.

Porque foi legal vermos como Sam agia quando estava sem alma, ver o quanto ele estava sendo ruim, a ponto de fazer com que Samuel até parecesse um bom senhor. Mas o caso em si não teve muita graça e ainda ficou inconcluso: jura que os irmãos deixaram a cidade deixando para trás as moças desaparecidas que agora são monstros meio mulher aranha?

Só digo que essas coisas não aconteciam no passado não…

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Aonde posso comprar coleção de série da tv, exemplo Super Natural, quando tinha tempo assistia hoje não tenho mais tempo. Gostaria muito que vocês pudessem me ajudar.
    Aguardo retorno e muito obrigada
    Vania Barbosa

    Responder

Deixe uma resposta