Grey’s Anatomy: Start Me Up (07×12)

Recomeços. Por mais que tudo tenha sido acertado, por mais que as pessoas tenham superado, por mais que alguém possa ter perdoado, eu particularmente não acho muito simples recomeçar. Já o início deste episódio de Grey’s Anatomy tenta nos provar o contrário.

E usa para simbolizar o recomeço o fato de que temos novos estudantes andando pelos corredores.

Cristina e Meredith foram coadjuvantes das principais histórias, a primeira chateada pelo fato de não conseguir engravidar acaba pisando na bola com a aluna que ficou sob sua responsabilidade, a segunda aparentando nunca ter tido problema algum – vejam só do que uma pescaria foi capaz – e agindo, bem, como Cristina, o que jamais lhe qualificaria para chefe da residência mesmo.

Com as duas um pouco de lado, tivemos bastante de Teddy e seu novo marido e eu me surpreendi com isso. Explico: vocês lembram que eu não engoli essa história de ela casar com o cara só para que ele tivesse plano de saúde, certo? Pois o desabafo dele após a cirurgia fez a história valer. Deu uma nova perspectiva.

E a história ainda valeu para descobrirmos que Bailey finalmente está curtindo a vida. De forma mais que merecida.

Finalmente, o centro do episódio: Callie e Arizona. Por esta eu não esperava: Callie grávida de Mark! Se para o casal isso parece interessante – confrontar Callie com a gravidez que ela tanto queria e comprovar se Arizona é capaz de se manter firme ao invés de fugir – cria um problema totalmente desnecessário para o casal Mark e Lexie. E a última coisa que eu queria era esse casal com problemas.

Ah, toda a trama desse episódio também me convenceu de que talvez todo o drama de Callie antes da partida para a África tivesse sua razão de ser e Arizona acabou perdendo pontos comigo.

Para não dizer que não falei dos pacientes: a menina com o problema no rosto foi uma das mais marcantes para mim. Quando ela mostra para seus pais o que realmente quer, a despeito da estranheza de ter um osso de cadáver em seu corpo, ela demonstrou tanta segurança. Um verdadeiro encanto.

Enquanto o outro paciente, do casamento com direito a kilts e cavalos, serviu mais para que Callie pensasse em si e em sua relação com Arizona do que para qualquer outra coisa. Ah, serviu também pro Avery ter sua lição, já que ele não havia deixado o moço falar o tempo todo.

E, no final de tudo, Meredith conclui o que eu já sabia: recomeçar não é fácil, não é mesmo.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

5 Comentários


  1. Gostei muito da review!
    Eu também achei que essa gravidez é um problema desnecessário para a Lexie. sinceramente, acho que ela deveria deixar o Mark de lado (que já mostrou ser um grande egoísta e imaturo) e não ficar no meio da histeria Callie-Arizona, ainda mais com gravidez.
    E essa história da gravidez da Merdedith também já encheu, né? A mulher é uma excelente médica e ela parecia uma debilóide só pensando em testes de gravidez! Affe, então a mulher tem que ser uma histérica sempre que pensa em engravidar ou efetivamente engravida? Não gosto desse quadro clichê.
    Por isso adorei a Cristina e a Bailey! E faltou mais Alex!:-)

    Responder

      1. Ah sim, eu concordo com isso! Ela é tudo, menos “resolvida”. Só acho que ela não merece entrar na neurose da gravidez com três pais. Nesse caso, a Lexie deveria ser mais “egoísta” – ou agir como o Mark age com ela, né?

        Responder

        1. É, tem hora que a gente precisa mostrar que não tem “sangue de barata”… continuo tendo fé na Shonda de que, de alguma maneira meio louca, as coisas vão se resolver. Adoro Mark e Lexie e torço pra eles se entenderem – tomara que o bebê não atrapalhe…

          Responder

  2. Eu fiquei de queixo caído no fim do episódio… também acho que Lexie e Mark não precisavam disso, mas como a Shonda não dá ponto sem nó (pelo menos até agora…), quero ver como essa situação vai se desenrolar. Também torço pelo casamento de mentirinha da Teddy, torço pra ela se surpreender e acabar descobrindo que tem um maridão! Cristina de volta é maravilhosa, ainda mais na conversa no final e o estudante pedindo pra ela não ligar pra avaliação, heheheheh!

    Agora, sobre os testes de gravidez… Fabiana, a gente fica meio neurótica mesmo. Eu sei pela minha experiência, quando estava tentando engravidar (parei por enquanto de tentar), que nem esperava a menstruação atrasar pra começar a fazer xixi no palitinho…

    Responder

Deixe uma resposta