CSI NY: Redemption (06×19)

Ao que parece, nesta temporada, vários roteiristas resolveram abusar dos episódios pessoais em seriados policiais. E não é só aqui em CSI NY não, teve episódio pessoal em NCIS, CSI, Criminal Minds. Uns mais que outros, mas todos resolveram colocar seus personagens na berlinda ou, como aqui, lhes dar redenção.

Neste episódio o foco volta para Sheldon, que já tinha tido um episódio dedicado ao seu erro no Central Park e o fato de que tinha perdido grana e ficado sem teto. Dessa vez a história remete ao seu passado: a morte de seu irmão, que tinha uma passado de envolvimento com drogas. Como convidado da noite: no papel de responsável pela morte em busca do perdão antes de cumprida sua sentença de morte por conta de outros dois assassinatos.

O episódio, apesar de explorar o confinamento em uma prisão (e não dá para esquecer quando McGee de NCIS ficou preso em uma prisão feminina), teve um ritmo bom, que não deixou a bola cair, mas foi terrivelmente prejudicado por se tratar da revelação do que estava por trás do sumiço do distintivo de Danny, no caso a fulga do maluco Shane Casey que eles prenderam anos antes.

E o episódio deixou a porta aberta para mais história, já que Shane tem sucesso em sua fuga, mesmo com Sheldon dando uma de McGiver da prisão.

O finalzinho da história também foi bem clichê: Sheldon pedindo perdão à irmã por tê-la abandonado.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

7 Comentários


  1. eu ate que considerei esse episodio bom, porem acho que essa historia do maluco já estar saturada, apesar que rendeu uma boa season finale nessa temporada, mas enfim acho que a historia do Shane Casey já esta na hora de ser deixada para tras…

    Responder

  2. Eu gostei deste episódio, muito mais ação do temos visto. Acho Hill um dos melhores atores da série, e seu trabalho neste episódio foi muito bom (apesar do lado McGiver!)

    Quanto a Shane Casey, sendo muito sincera, é meu vilão favorito. Adoro a forma como ele desafia, criando seus quebra-cabeças macabros.

    Sabe o que eu acho que tem faltado no CSI: NY?
    Mais de um caso em cada episódio, as histórias pareciam ter maior desenvolvimento e o episódio mais ação.
    Outro ponto, Stella e Mac por muito tempo tiveram suas imagens “sobrecarregadas”. Esta na hora de dar espaço aos outros atores da série. Este foi o lado bom do episódio. Tirar o foco de Mac e Stella. Isto é um ponto que vem sendo muito discutido inclusive nos EUA.

    Responder

  3. Simone, assisti este episodio simultaneo com os EUA e achei bizarro… Por mais que a intenção seja boa, um perito forense preso nuna cadeia de segurança máxima e no meio de uma rebelião vai querer ir ate uma cela e fazer a analise da cena do crime….

    Isso é muito mais do que bizarro… que ficasse preso e foi feito refem… mas fazer uma pericia no meio de todo aquele caos….

    E ter conhecer alguém que conhecia a irmã dele…. e toda sua história…. Não sei… ou to muito exigente ou nao estou entendo o subconsciente do CSI NY….

    Bjs

    Responder

Deixe uma resposta