Law And Order: Innocence (20×16)

I didn’ see that coming!!

No começo você acha que a inocência do título se refere ao bandido. Depois você pensa na vítima. Aí te jogam a verdade na cara: a inocência do título é uma referência a Michael Cutter e suas escolhas.

Saber que Michael Cutter tem um passado incorreto era algo inconcebível para mim até este episódio. Que pode até não ter sido o melhor episódio do mundo, mas demonstra bem o quanto Linus Roache merece um Emmy por seu trabalho.

Eu não sei se gostei mais dele inconformado com o buraco em que se enfiou ou quando ele se mostra raivoso com o bandido que realmente pensa não ter feito nada de errado, pior, que pensa ter feito um favor ao mundo.

A jogada de Emily Ryan, a antiga professora de Cutter, para salvar seu caso a qualquer custo demonstra bem o que ela ensinou ao pupilo… E ele se saiu melhor que ela no jogo, superando a mestre. Os dez minutos finais do episódio foram riquíssimos.

Todo o resto do episódio foi bom, não me entendam mal. O pessoal da lei esteve ótimo – bem estilão policiais durões – e a Epatha continua fazendo um ótimo trabalho com sua personagem passando pelo tratamento contra o câncer sem deixar seu trabalho e contando com apoio do namorado. Mas a questão aqui era Cutter e, bem, eu já sou fã do cara mesmo quando ele não abre a boca.

E o detalhe é que, de tudo que aconteceu neste episódio, do risco que o caso sofreu por causa da mentira de Cutter e tudo o mais, o que fica mais nítido é o desejo de aprovação que ele tem em relação a McCoy. Acho que o que mais lhe transtornou foi ter “decepcionado” o chefe e isso fica claro na cena final.

E fica claro, de novo, que esse seriado renasceu com Cutter – diz ela, ainda inconformada com o cancelamento da série.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

6 Comentários


  1. juro que vibrei muito nos últimos minutos do episódio, a torcida pelo Mike era enorme aqui heheheheh
    até achei que o Mike se redimiu, um pouquinho, perante a Connie quando o carinha ofendeu os latinos, Mike parecia um pitbul …. eu só dava palmas na hora

    e realmente o Mike consegue enfrentar tudo PORÉM a aprovação do McCoy é o que mais ele persegue e só consegue desapontá-lo

    e certamente que L&O teve um Reborn com o Cutter por isso a minha eterna revolta pela ausencia da 21a. temporada …. afff

    Responder

  2. Si,

    eu falo pro povo q não consegui me tornar fã de The Good Wife como todos são
    e o motivo para isso descobri: Lei e ordem

    eu passei a assistir está série no mesmo tempo que comecei a assistir TGW, e sei que as duas são diferentes, mas me tornei fã de Lei e Ordem e suas reviravoltas
    e com isso sobrou pra TGW que não me surpreende (não estou dizendo que é ruim, apenas que uma série cativou mais minha atenção)

    eu sou fã desta série, acho melhor que as outras da franquia, exceto lei e ordem UK, que também gostei muito.

    e Michael Cutter é o cara. este episódio é sensacional, porque nós não sabiamos se ele queria vencer a sua tutora ou se queria prender o assassino, e conhecendo ele, notamos que era os dois, ou melhor dizendo, ele queria fazer o que era certo. muito bom, muito bom mesmo

    Responder

  3. Esse episódio foi muuuuuuuuuiiiitttttttooo bom! Cutter acuado foi insuperável. Podia-se quase tocar sua gana em vencer a antiga tutora, que diga-se de passagem foi muito torpe em suas ações também motivada em ensinar mais uma lição a seu ex-pupilo. Realmente é muito importante para Mike a aprovação de MacCoy e a gente acaba torcendo para que isso aconteça. Afinal os dois se refletem!!! Por essas e outras é que nós fãs dizemos que Law & Order tem muito fôlego ainda…

    Responder

    1. Bom Leonardo, eu nem sie por onde comçar, foram tantos comentários, risos.

      Também sou fã apaixonada de Law And Order e assim como vc acho que ainda existia muita história para contar, uma pena o cancelamento. mas ainda podemos curtir as reprises, eu pelo menos não canso.

      Responder

  4. Pessoal, para os fãs brasileiros de Lei e Ordem estou vendendo coleção inteira nova, da 1ra a 19ª série, nova (compra em duplicidade) no Mercado Livre. Direto dos Estados Unidos, com os impostos da Receita Federal já pagos, 105 DVDs contendo todos os 419 episódios, com excelente qualidade de vídeo e aúdio, sem comerciais e edição e em ordem cronológica. Region free, ou seja, podem ser exibidos em qualquer DVD. Como os DVDs são americanos, não possuem legenda em português, boa oportunidade para realmente treinar o inglês!

    Responder

Deixe uma resposta