The Good Wife: Bang (01×15)

Bang é o episódio perfeito. Eu lembro que, na primeira vez que assisti, fiquei realmente empolgada com a presença de Alan Cumming, porque, além de adorar o ator, seu personagem veio carregado com um tanto de sarcasmo e ironia do qual eu sinto falta desde Boston Legal.

A cena em que ele abaixa as calças na cozinha foi uma das melhores que já vi. E eu podia continuar falando dele aqui um monte de coisas, de quando ele trata a assistente de Peter pelo apelido de Bambi, de suas conversas com Alicia, dele desligando o alarme da lavadora. Eu disse: fiquei apaixonada pelo personagem.

Ele só não rouba o episódio por completo porque todo resto também funcionou muito bem: o caso defendido pela firma foi bem envolvente, te segurando por um bom tempo na questão da inocência do rapaz, ver Peter de novo em casa foi curioso e o paquera de Diane foi perfeito!

Simplesmente não consigo esquecer das caras de ambos ao abrir os presentes – e quando você sabe que, para os americanos, essas coisas de política são mais que religião, você se diverte ainda mais.

A questão de Kalinka e a agente acabou ficando irrelevante, apesar de importante para entendermos até onde Peter está afundado.

Que venham outros episodios como esse e eu não terei do que reclamar.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *