Ghost Whisperer: Excessive Forces (05×10)

Será que Ghost Whisperer se perderá de novo? Já vimos essa história antes: os roteiristas ensaiam uma trama boa em alguns episódios, de repente eles abraçam essa trama e fazem com que ela seja o centro de um episódio. Aí eles simplesmente a colocam em segundo plano de novo até que a esquecem, nos deixando com cara de paspalhos.

Excessive Forces não foi um episódio ruim, teve até um bom mistério, com um final que podia ser um pouquinho melhor, teve o mistério por conta do carro da Melinda e Eli fazendo graça.

Se Ghost Whisperer tivesse mantido o padrão das primeiras temporadas e só trabalhado com esses episódios sem conexão de história ele teria funcionado muito bem. O problema é que você fica com expectativas e nada prejudica mais o ato de aproveitar um seriado do que expectativas frustradas.

Outro ponto é que, apesar de ter gostado da história, eu preferiria que o policial Ramsay fosse realmente mal. Sei lá, talvez para agitar mais a sempre pacata Grandville.

Talvez a única parte que eu realmente gostei, ou pelo menos entendido, tenha sido o pânico que Melinda sente ao pensar em perder seu filho- sentimento compreendido por 10 entre 10 mães, independentemente do seu filho ter fugido com uma fasntasminha ou não.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta