Amazing Race América Latina (01×01)

amazing race américa latina

“Eu usei todos os músculos que não usava há muito tempo. E alguns que eu nem sabia que tinha.” – Ricardo, Panamá

Confesso meu receio quanto à uma versão latin0-americana de Amazing Race, mas, ao que parece, a produção conseguiu manter duas coisas muito importantes da versão original: a rápida e inteligente edição de imagens e a escolha de provas ao mesmo tempo desafiadoras e interessantes de serem vistas. O terceiro aspecto que diferencia uma excelente temporada do seriado e uma temporada fraca é a escolha das equipes, só que, sobre isso, eu ainda não posso opinar.

São onze duplas: duas do Brasil, duas da Argentina, duas da Colômbia, duas do México, uma do Panamá, uma da Venezuela e uma do Chile. As duplas brasileiras são um casal de biólogos e dois amigos de longa data.

Neste primeiro trecho, passado aqui no brasil, o casal Rodrigo e Anna, brasileiros, conseguiu perder a primeira posição por um erro básico: passaram direto pela caixa de pistas e tiveram de voltar. Apesar disso, tanto eles como a dupla Daniel e Carlos, conseguiram ficar em boas posições, quinto e sexto lugar.

As duplas iniciaram o desafio em Foz do Iguaçú no Paraná e foram até Gramado, no Rio Grande do Sul. No desvio escolheram entre Flores, atravessar o lago em pedalinhos – algumas duplas não faziam idéia de como eles funcionavam – para buscar um cesto de flores, ou Árvores, aonde tinham de achar uma árvores especial na Aldeia do Papai Noel.

Eles ainda tiveram de encarar subidas íngremes de bicicleta na região da Garganta do Diabo, descer as cataratas de rappel e descobrir aonde pequenas peças se encaixavam nos cenários do Mini Mundo, parque da cidade de Gramado em que o mundo é representado em miniaturas diversas nos mais lindos cenários.

amazing race américa latina

O casal argentino Matias e Tamara acabou faturando o trecho e dois cartões presente da Visa no valor de US$ 200. Em último ficaram os irmãos Ariel e Nora, também da Argentina – irônico, não? – que escaparam da eliminação, já que o trecho era não eliminatório.

Gostei muito deste primeiro episódio, que conseguiu prender a atenção, mesmo passando no mesmo horário que o Emmy, só senti saudades do Phil. Sorry Harris!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *