Cazuza – O Tempo Não Pára

cazuza

Não eu não era muito fã de Cazuza. Até gostava de uma música ou outra, mas nunca fui muito de cantores com postura rebelde demais, muitas vezes sem causa.

Aí ganhei o livro Cazuza: Só As Mães São Felizes. Eu ainda era adolescente, mas o livro foi devorado e tocou fundo. Passei a admirar aquela forte mulher que lutou por tanta coisa, sofreu tanta coisa, enfrentou tanta coisa por amor a seu filho. É por ela que eu passei a gostar mais do cantor.

Essa obra acabou por inspirar o filme Cazuza – O Tempo Não Pára, bastante elogiado. E se você não viu no cinema agora vai poder assistir no People And Arts, que têm exibido em Setembro ótimos filmes nacionais – semana passada teve Deus É Brasileiro, fantástico – no dia 26 de Setembro, sábado, a partir das 22 horas.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *