Bones: Hero In The Hold (04×14)

bones_408_1016

*Publicado, originalmente, em 24 de Fevereiro de 2009

Eu comecei odiando o episódio. Simples assim. Como eles se atrevem a colocar Seeley Booth preso e sem saída? O ódio só foi passando à medida que fui percebendo as coisas. Primeiro: era o retorno do Cavador de Túmulos – alguém ainda lembrava-se do caso dele ter ficado em aberto no longínquo início da segunda temporada? – e, em segundo lugar, mas não menos importante, a certeza de que Booth ia conseguir sair dessa só aumentava a curiosidade de descobrir o como.

Mais uma vez a fé de Booth é o gatilho de tudo que ele faz. Para sair da enrascada, primeiro preso naquele tanque, depois naquele barco abandonado e apodrecido, Booth precisa acreditar em si mesmo e Tedy Parker aparece para ajudar nos momentos em que esta crença fraqueja.

Adorei a participação de Noel Fisher como Tedy Parker, esse menino dá show toda vez que aparece, e ele ficou perfeito como parceiro fantasma de Booth. E, quem sabe, mais que aparecer para ajudar Booth a não desistir, ele pode ter aparecido somente para que Booth entendesse que dizer “eu te amo” nem sempre é fácil, mas às vezes necessário. E quando Brennan chega para salvá-lo os sorrisos nos rostos dos dois mostra que só falta mesmo é ser dito em voz alta.

Foi interessante, ainda, ver Brennan, sempre tão controlada, mais uma vez a flor da pele, mais uma vez porque é Booth quem está em perigo. Só não gostei porque, mais uma vez, os roteiristas brincam conosco ao não deixarem claro o que se passa com os personagens, no caso o quanto Hodgins ainda era assombrado pelo fato de quase ter morrido naquele carro enterrado.

Foram quase dois anos de espera pelo desfecho do caso e, nesse tempo todo, não houve sequer uma menção ao caso, ao que Hodgins ainda sentia, nem que fosse em alguma passagem dele conversando com Angela sobre isso.

E, para uma espera de quase dois anos, é meio rápido como tudo foi se juntando tão facilmente e permitindo que, em apenas um episódio, a equipe do laboratório conseguisse identificá-la, localizá-la e prendê-la.

Bom, pelo menos pudemos ver que o irmão de Booth serve para alguma coisa, mesmo considerando que Brennan quase bateu nele para que ele ajudasse na investigação.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. Qdo apareceu esse Tedy, eu pensei, de novo não(pois ele tinha aparecido em um episodio de Life como serial Killer)já fiquei com “medo” da cara do moleque; Mas dai me deparo com ele sendo amigo de Booth, e ainda serviu para ajudar; Adorei o episodio pelo simples fato de “anonimamente” mostrarem o qto que a Brennan e o Booth se amam e não percebem;

    Só não gostei da forma em que voltaram esse assunto do coveiro do nada, ficou meio estranho no contexto;

    Mas amo Bones do mesmo jeito;

    Responder

  2. Comecei a ver sozinho e inocentemente sem nem imaginar que era sobre o Cavador de Túmulos. Quando vi que era dele, fiz minha mãe parar de trabalhar só pra assistir e ela adorou tanto quanto eu…. Pra mim, um dos melhores epi da série foi o que eles ficam presos e esse naum foi melhor, mas foi bom tb…

    Responder

Deixe uma resposta