Você Brinca Com Seu Filho?

brincadeira

O Desabafo de Mãe e o Mulheres Na Rede propõem uma brincadeira muito boa: vamos falar do que brincamos com nossos filhos?

A idéia, gostosa demais, é falarmos sobre as brincadeiras preferidas de nossos filhos, as brincadeiras que eles compartilham conosco, quais as preferidas quando estão com seus amigos, quais eles fazem sozinhos, como é o brincar, o que o brincar significa na vida deles. Lembrando sempre que o Brincar é a maneira de nossas crianças vivenciarem o mundo e a si mesmas, de aprenderem mais.

Dessa idéia de espalhar a brincadeira pela rede surgiu o concurso cultural que vai até 11 de dezembro e chama Você brinca com seu filho?. Serão sete blogs femininos falando sobre brincadeiras: Renata, Luana Menezes, Lu Ivanike, Ana Laura, Simone Miletic, Graziela e Ana Cláudia. Cada um com uma visão muito especial sobre o assunto e dando prêmios para aqueles que compartilharem sua história conosco.

Por aqui a nossa missão é falar COMO VOCÊ PODE BRINCAR ATRAVÉS DA ARTE?

Sim, você usa cinema, teatro, circo, contação de histórias para brincadeiras? Ou, melhor ainda, transforma cada um desses momentos em uma brincadeira sem fim? Conte para gente como você faz isso. O melhor comentário, deixado até o dia 14 de Novembro, receberá dois ingressos para o Circo Vox.

Eu e a Carol, por exemplo, adoramos usar o faz de conta das peças e filmes que assistimos fazendo nossas próprias versões. Algumas vezes eu sou a bruxa, ela a princesa. Ela tem paixão especial pelos espetáculos de dança. Depois deles passa dias em casa imitando as bailarinas, dando pulos e correndo pela casa, judiando do pai que precisa fazer as vezes de bailarino principal.

Mas, o que a gente tenta de verdade, é fazer de cada saída uma brincadeira. Ir de metrô, ao invés do carro, a escolha da cadeira, a escolha da roupa, tudo faz parte da magia de brincar, a vida precisa ser uma enorme brincadeira.

Está esperando o que? Escreva sua maneira, desabafe, conte sua história.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

9 Comentários


  1. Simone, eu leio sempre para eles. Adoro levá-los a teatrinhos, como por exemplo, o do shopping aqui perto todos os domingos ás 18 horas. Tem uma dupla aqui da cidade que faz muito sucesso por aqui, no estilo Palavra Cantada. Eles se chamam Glorinha e Renato e eles simplesmente amam e cantam todas as músicas e a gente sempre que sabe de algum show deles, tenta levar. Temos sempre muitas folhas de rascunho para eles desenharem e estou à procura de uma parede legal, num local acessível para eles rabiscarem à vontade. Lemos histórias todos os dias e sempre os levo á livraria e deixo-os explorando os livros…é lindo e delicioso. Faço muito pouco, mas estou me aprimorando a cada dia. Mas que tenho muito a melhorar ainda, tenho!

    Responder

  2. Simone… Como moramos praticamente ao lado do Museu Oscar Niemeyer, volta e meia vamos lá dar uma bisbilhotada nas exposições! E com todo aquele espaço, a Dani não pára um minuto! Ela adora! Fora as nossas bagunças com guache em casa (que me rendem boas mãozadas na parede) e as esculturas de massinha (a mãe aqui tem uma disposição para raspar o carpet das massinhas secas)! Mas é uma delícia, e como é esporádico, ela adora!!!!
    BEijos Simone!!!!

    Responder

  3. Oi Simone,
    Olivia ainda é pequenina pra entender esse tão complexo conceito de arte, mas já faz tanta – ainda que sem saber!
    Por isso, acho que nem podemos participar do concurso, mas deixo aqui a nossa história.
    Dia desses, a pequena voltou da creche com um quadrinho, simples, lona e madeirite, sabe… E suas mãozinhas marcadas lá, com uma maravilhosa tinta guache vermelha, e um pouco de outra lá, azul, espalhadas por todos os lados.
    Deve ter sido uma diversão só, lá na creche…
    Não, Olivia não sabe o que é ‘arte’. Nem de toda a discussão entre arte e técnica – e todo o dissabor e as delícias que essa discussão gera. Mas o que ela sabe é fazer arte!
    Vamos mandar emoldurar e quando ela estiver entendendo minimamente as coisas, o mundo e alguns de seus valores, iremos mostrá-la o que ela já fez. E dizer-lhe dos sentimentos de orgulho, conquista e amor que isso gerou nos nossos corações, meu e do pai dela.
    Ah, a nossa pequena linda…
    Beijos querida,
    e boa sorte aqui no concurso!
    Beijão,
    Luana e Olivia

    Responder

  4. Oi Simone!
    Eu e minha filha “lemos muito”, tanto em casa quanto nas livrarias que tem espaço infantil. Frequentamos teatrinho tb, e ela adora, princiaplmente quando tem muita musica e dança. Ela faz balé e tb adora. estava super a fim de levá-la nesse final de ano pra assistir ao tradicional espetáculo Quebra Nozes, mas descobri que o municipal está em obras e só reabre ano que vem, uma pena. Enfim, por enquanto essa é nossa agenda cultural.
    beijo
    Renata

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *