Cinema: Buscando

Buscando, filme que chega aos cinemas nesta quinta, dia 20 de setembro, parte de uma história bastante simples: David Kim (John Cho) vive o maior pesadelo de um pai quando sua filha adolescente Margot (Michelle La) desaparece sem deixar pistas.

Rapidamente ele percebe que não tem os dados de contato dos amigos dela ou faz ideia de qual sua rotina atual. Após o primeiro contato com a polícia ele percebe que o único elo que tem com a vida diária dela, na verdade, está no notebook que ela deixou sobre o balcão da cozinha.

E é a partir deste ponto que a história simples dá origem a um filme excepcional, quando o estreante diretor Aneesh Chaganty, nos apresenta um thriller tenso e inteligente inteiramente feito em telas de celulares, computadores e monitores de vigilância.

Somos apresentados a relação prévia dos dois através de filmes carregados pela mãe de Margot no Youtube, acompanhamos a investigação da polícia pelos contatos de David e a detetive Vick (Debra Messing) pelo computador, entendemos como David se sente por suas conversas com seu irmão Peter (Joseph Lee) pelo Facetime.

E é usando estas ferramentas que David não se deixa vencer e faz sua própria investigação em busca de pistas sobre o paradeiro de Margot.

Ao vermos a evolução dos sistemas operacionais dos computadores ou como sites familiares como o Youtube mudaram ao longo do tempo conseguimos estabelecer uma linha do tempo sem que seja necessário o uso de letreiros “16 anos atrás” como sempre vemos, uma das formas inteligentes como essas ferramentas foram usadas.

Mais: se você acha que ao escolher este caminho, o diretor limitou a trama, você está bastante enganado. O que temos aqui é um verdadeiro mistério, apenas descifrado nos minutos finais, quando nos entregam um desfecho a altura da história criada até ali. Uma história que não tem sobras ou momentos dispensáveis. 90 minutos do melhor entretenimento.

Uma feliz surpresa do começo ao fim, Buscando consegue usar a onipresente tecnologia e nossa relação com ela de uma forma que o cinema ainda não tinha feito até aqui: nada parece forçado e a grande verdade é que em determinado momento você está tão envolvido que não percebe que a telona do cinema está preenchida por telinhas eletrônicas.

Buscando estreia em grande circuito nesta quinta, dia 20 de setembro, com distribuição Sony Pictures. Dirigido por Aneesh Chaganty, também responsável pelo roteiro juntamente com Sev Ohaniam. Produzido por Timur Bekmambetov, Sev Ohanian, Adam Sidman e Natalie Qasabian.

Gostou do Texto?

Cadastre seu email e receba novos
textos por email:

Deixe seu Comentário